Investimentos em Inovação e P&D – USSD

Continuando a série de Posts sobre a nossos investimentos em Inovação e em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) … onde já publicamos:

Neste falamos um pouco sobre nosso projeto de Central de Serviço de mensagens baseado ussdem Computação em Nuvem através do uso de aparelhos celulares usando o protocolo USSD.

USSD (“Unstructured Supplementary Service Data”) é um protocolo aberto e não necessita o uso da Banda larga.

kenyamainNa reportagem da CBS News “The Future of Money” temos um exemplo que aconteceu no Quênia. É um bom exemplo e mostra bem a potencialidade da tecnologia e também de nosso projeto.

A reportagem mostra claramente como é possível universalizar o acesso a aplicações, principalmente nas Classes Sociais mais baixas.

previewkenya468770640x360.jpg

Estamos criando uma plataforma como serviço na nuvem, permitirá que o desenvolvimento, teste e até hospedagem. O diferencial do projeto é o gerenciamento de forma integrada e escalável.

Aplicações simples poderão dar acesso universal a informações e requisitar serviços e dados a qualquer pessoa que disponha somente de um aparelho celular simples e esteja na área de cobertura de qualquer operadora de telefonia celular dentro do Brasil.

Será possível disponibilizar serviços básicos de governo, serviços bancários etc. para qualquer aparelho celular em uso no Brasil, independente de:

  • tecnologia (GSM, 3G e 4G),
  • sistema operacional (Android, iOS, Windows Phone, Symbian ou proprietários),
  • tipo de assinatura (planos pré ou pós pago),
  • disponibilidade de plano de dados (funcionará com ou sem plano de dados ativo, e não consumirá a franquia de dados),
  • tipo e fabricante do hardware ou operadora (funcionará com todas as operadoras e praticamente todos os modelos de todos os fabricantes de aparelhos celulares).

Os potenciais contratantes do serviço serão empresas (de todos os tipos e tamanhos), prefeituras, governos estaduais, secretarias, união federal e suas autarquias, tais como INSS, departamentos de água, secretarias de saúde, institutos de pensão etc.

O usuário final das aplicações hospedadas na plataforma será qualquer indivíduo que possua um aparelho celular, mas em especial aqueles que hoje não possuem planos de dados e os 70% deles que hoje não possuem smartphones capazes de rodar aplicativos ou acessar a Internet (dados de 2013).

Todos os 5.564 municípios brasileiros possuem atualmente cobertura celular. No entanto, apenas 2.850 municípios possuem ofertas de varejo à banda larga de Internet, o que limita o potencial de universalização de serviços públicos e privados, baseados no acesso tradicional via PCs conectados à internet, principalmente para os municípios pequenos.
As aplicações oferecidas como serviço pela plataforma proposta tem grande potencial de impacto no mercado, pois atingirá 100% dos aparelhos celulares existentes no Brasil

Hospital Anchieta adquire solução da Voice Technology

Referência em Saúde na região Centro-oeste do Brasil, o Hospital Anchieta instalado em Taguatinga, cidade satélite de Brasília e com mais de 20 anos de história definiu modernizar seus processos nos últimos anos, adquirindo a plataforma de gestão Soul MV e agora para potencializar o Giro de Leito adquiriu a solução da Voice a ser totalmente integrada ao MV.

Nosso produto prevê toda a logística e limpeza de quartos utilizando como ferramenta principal de acesso os telefones dos quartos, tanto a limpeza concorrente quanto a terminal é controlada via telefones e a Gestão de Leitos tem acesso aos relatórios e Dashboards via Web. Para conhecer um pouco mais sobre o nosso produto acesse nosso website (Gestão de Leitos Voice)

Já acreditado pelo ONA III, o Hospital Anchieta continua investindo em tecnologia para melhorar seus processos.

Para conhecer um pouco mais sobre o nosso novo cliente, assista ao vídeo institucional abaixo:

Como foi o V Encontro de Hotelaria Hospitalar da Região Serrana

hh_vehhrs.pngTivemos a honra de participar e patrocinar o V Encontro de Hotelaria Hospitalar da Região Serrana. Este evento que já é consolidado no cenário Nacional e se tornou importante referencia na área de Hotelaria Hospitalar.Aconteceu na última sexta feira (17/06/2016) e teve a presença de mais de 200 profissionais.

mesaabertura.jpgNeste post faremos um relato de tudo que vimos no evento e iremos compartilhar com todos o que foi discutido e apresentado.

Tivemos a abertura do evento com: os Diretores da Unimed Petropólis e da Faculdade de Medicina, de Flávia Fávero (Presidente da Sociedade de Hotelaria Hospitalar do RJ) e do Professor Marcelo Boeger (Presidente da Associação da América Latina de Hotelaria Hospitalar).

A primeira moderadora, foi uma das organizadoras do evento e participante da Direção da Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro, Ivonte Melo. Temos a filmagem desta abertura e apresentação da primeira palestrante.

romy 1.jpg

Romy Ungrad

A primeira palestra foi de Romy Ungrad , Analista de Hotelaria do Hospital Moinhos de Ventos, que abordou o Case de Gerenciamento de Leitos do Hospital Moinhos de Vento. A palestra foi excepcional!

A palestrante teve muito êxito em explicar as dificuldades anteriores a implantação do sistema, os motivadores do projeto e de toda a metodologia do Hospital na aplicação do novo sistema Sinapsys Health Care System da Voice.

O início da palestra da Romy, primeiramente fez os agradecimentos, e ao apresentar o Case, já citou uns dos principais benefícios do Sistema de Gerenciamento de Leitos da Voice, que é a redução dos tempos da higienização e o impacto no fluxo de pacientes.

Logo após fez uma rápida apresentação do Hospital Moinhos de Vento mostrando sua estrutura, suas conquistas e prêmios. Na sequencia passou um vídeo institucional e fez um convite público aos participantes para conhecer o Hospital.

Na sequencia, Romy explica que o Hospital teve a decisão estratégica de melhorar o fluxo de pacientes da CTI Adulta. E a medida mais importante para isso, foi o aumento do Giro do Leitos Hospitalares.

Temos mais um trecho da apresentação, onde Romy explica a escolha da Voice e as Metas almejadas.

Neste outro trecho, Romy fala um pouco sobre a limpeza concorrente.

No próximo trecho temos mais um pouco dos controles sobre a atividade de limpeza concorrente.

Para quem já assistiu palestras anteriores:

Pode perceber que foi demonstrado a evolução do case, com os novos resultados e ganhos adicionais. Ganhos estes recém conquistados, foram consolidados agora em Março de 2016.

ganho de tempo.jpgreduz42minutios.jpg

Na figura acima temos a foto do momento o qual Romy, mostra a conquista dos tempos almejados, e da consolidação dos resultados.

Já na foto ao lado, este outro gráfico que mostra os ganhos na redução de 42 minutos no tempo de higienização do leito.

Temos mais uma filmagem onde Romy resume os ganhos dos tempos na liberação dos leitos. Já na próxima foto, temos o Resultado do projeto em números atualizados com dados deste ano. Onde fica claro que com o ganho de disponibilidade de leitos, o Hospital pode faturar mais R$ 85.ooo por mês, apenas com os leitos.

resultados.jpg

pontos positivos.jpg

Já na foto ao lado, é indicado os Pontos positivos operacionais:

  • Aumento do Giro de leito,
  • Redução no tempo total de entrega do leito limpo,
  • localização da equipe em tempo real,
  • estratificação das etapas de higienização (espera, deslocamento, arrumação, supervisão),
  • confiabilidade das informações, atividades registradas in loco e no momento.

A palestra da Romy agradou muito o público do evento e com certeza foi um dos pontos altos deste evento.

A próxima palestra foi com o Engenheiro Mauricio Almendro.   ele destacou a contribuição da Engenharia Clínica em um hospital e fez uma relação direta com a área de Hotelaria Hospitalar.

engclinica.jpgO ponto alto desta palestra foi uma demonstração de como pode ser impactante os serviços da Engenharia Clínica e utilizou os cinco sentidos humanos (visão, audição, tato, paladar, oulfato) 55020257db91a-sentidos-do-corpo-humano-large.jpg para demonstrar como estes serviços afetam diretamente a experiência do paciente em um Hospital.

Tivemos também a palestra “O que é ser Lean?”, com os palestrantes Jonathan de Carvalho e Inácio Araripe, onde falaram um pouco dos conceitos do lean e 5s e também dos excelentes resultados do Hospital Perinatal Laranjeiras e Barra tiveram.  Foi uma palestra extremamente didática e interativa. Envolveram o público com exercícios extremamente esclarecedores sobre os conceitos básicos.

ona.jpgJá o palestrante Luis Eduardo Fontes, Coordenador de qualidade da Unimed Petrópolis, falou sobre o Case de certificação ONA na Unimed Petropolis.

Foi uma palestra muito emotiva e deixou claro o empenho da instituição na busca da certificação e consequentemente na melhoria de seus processos. Uma das conclusões mais importantes da palestra foi a importância da Alta direção do Hospital estar envolvida e ter dado todo o apoio e viabilizado varias quebras de paradigmas e ações entre áreas.

GetAttachmentApós a palestra tivemos uma sólida mesa de discussão com a presença do Dr. Péricles Góes Cruz, Representante da ONA, da Diretoria da Unimed Petrópolis e do palestrante. Deste debate ficou muito claro a importância da Certificação ONA (ou alguma outra Internacional) e como os Hospitais certificados se destacam como a elite do país por suas boas práticas e processos .

O último palestrantes foi o Professor Marcelo Boeger.

Primeiramente ele trouxe a notícia que o Hospital Albert Einstein está trazendo ao Rio de Janeiro o curso de MBA em Hotelaria Hospitalar . A notícia é muito importante pois traz ao estado do Rio de Janeiro a primeira opção de curso de pós graduação na área.

Como sempre, o palestrante foi extremamente feliz e conseguiu envolver todo o público em questões importantíssimas sobre Hotelaria Hospitalar . Também aplicou bem exercícios de interatividade com o público, inclusive percorreu toda a platéia e interagiu diretamente com os participantes.

Boeger passou um filme recém produzido pelo Hospital Albert Einstein, onde fica claro a importância estratégica dos serviços da Hotelaria Hospitalar .

Praticamente em todas as cenas, há explícito alguma ação ou atividade da área de Hotelaria Hospitalar. O filme é muito feliz e consegue mostrar como o hospital tem sucesso em suas práticas de humanização de atendimento e ilustra bem a experiência dos pacientes, seus momentos de emoção e assistência do hospital.

Na sequência, Boeger em uma série de Slides de sua apresentação deixa claro 3 pilares fundamentais para a estratégia de uma unidade Hospitalar em relação a Hotelaria:

  • Custos,
  • Qualidade,
  • Marketing

Como demonstração de sucesso o Professor Boeger citou os benefícios do Hospital Albert Einstein com nosso sistema de Gerenciamento de Leitos. Ela citou a seguinte conclusão do pessoal do Einstein:

a cada 300 leitos bem geridos,representam o ganho de 45 novos leitos ,

ou seja, este 300 rendem e produzem como se tivéssemos 345 leitos …

O Professor afirmou que a apresentação do Moinhos mostrou exatamente a veracidade desta conclusão. Essa conclusão foi muito interessante pois reafirmou as conquistas do Hospital Moinhos de Vento apresentado pela Romy…

Não por acaso tanto o Hospital Moinhos de Vento tanto o Hospital Albert Einstein são usuários de nosso sistema no Gerenciamento de Leitos.

Ao final do evento a Flávia Favero anunciou o próximo evento da Associação, o III Simpósio Carioca de Hotelaria Hospitalar … que acontecerá no dia 23 de Setembro de 2016, no Auditorio da Fecomercio na cidade do Rio de Janeiro.

Após a palestra tivemos o encerramento com sorteios de brindes. Todo o evento teve cobertura do SBT Rio de Janeiro.

Abaixo temos uma Galeria de fotos do evento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

V Encontro de Hotelaria Hospitalar da Região Serrana

iv_encontro_de_hotelaria_hospitalar_da_regiao_serrana_7_20151004_1634318615

Evento ano anterior

A Voice Technology está patrocinando o V Encontro de Hotelaria Hospitalar da Região Serrana.  Que acontecerá em Petrópolis na Faculdade Arthur Sá Earp Neto e Faculdade de Medicina de Petrópolis nos dias 16 e 17 de Junho de 2016

O evento é realizado e organizado pela Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro e abordará assuntos como Gerenciamento de leitos e diversos temas relacionados ao envolvimento e comprometimento das equipes da Hotelaria Hospitalar nos fluxos, nos processos. O grande foco do evento é a contribuição da Hotelaria Hospitalar nos processos de acreditação das instituições de saúde e no posicionamento da área perante a crise. É esperado um público de aproximadamente 300 pessoas para o evento.

petropolis_palacio_imperialJá patrocinamos e participamos de edições anteriores, como no III Encontro e estamos muito contentes em poder contribuir novamente com este grande encontro da área de Hotelaria Hospitalar que já é um evento de referência Nacional.

Nos dias seguintes faremos novos posts sobre este evento com detalhes da programação e palestras.

Sobre a Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro:

hh.jpg

No Brasil, o conceito de Hotelaria Hospitalar vem sendo aplicado nas instituições de saúde desde o final da década de noventa.

A hotelaria hospitalar tem por objetivo oferecer aos clientes de saúde conforto, bem estar, segurança e qualidade no atendimento transformando os hospitais no complemento do ambiente familiar.

Pesquisas demonstram que os clientes sentem-se mais confiantes e satisfeitos, quando acolhidos por colaboradores com comportamento e conduta que demonstram atenção, presteza, respeito, solidariedade e eficiência, que são resultados da gestão de hotelaria.

A implantação da hotelaria hospitalar contribui para a integração dos setores fundamentais como: Manutenção, Nutrição, Higienização, Lavanderia, Jardinagem, Segurança Patrimonial, Atendimento, Enfermagem e CCIH, com o objetivo de oferecer um atendimento satisfatório ao cliente.