Hospitalidade na palma da mão !

Hospitalidade na palma da mão
O Serviço de Hospitalidade funciona como um menu digital, com diversas integrações e pode acionar inúmeros serviços. O Paciente escaneia um QR code pelo celularTem a sua disposição um menu de opções como:informações e orientações,solicitações de Serviços,integrações com apps externos ex: Whatsappacesso a parceiros e realização de pedidos (cafés, farmácias, lojas, óticas, restaurantes etc.)pesquisa de Satisfação on line 
Disponibilize ao paciente um acesso rápido a informações e serviços
Onde é utilizado ?O Sistema de Hospitalidade – é utilizado em Hotéis, clínicas e Hospitais. Traz ótimos resultados como agilidade e praticidade em solicitações de pedidos além de informatizar esses proporcionando assim melhor controle da supervisão. O fornecimento de diversos tipos de informações num só lugar também é uma das vantagens. Tudo isso do próprio celular. Basta escanear um QR Code.
E o melhor, cada instituição configura as telas de acordo com sua necessidade… 
Serviços Digitais Integrados
Qualquer serviço externo que for possível abrir por URL pode ser integrado.Uma conversa no Whatsapp, Uma tela do Sistema do Hospital,Podcast de especialistas …… 

O Hospital pode disponibilizar acesso direto a diversos tipos de serviço: 
– CARDÁPIO
– CONVERSE COM NOSSA NUTRICIONISTA
– EMPRÉSTIMO DE OBJETOS – CONECTORES E PLUGS DE TOMADAS, GUARDA CHUVAS, secadorENXOVAL DE GOVERNANÇASOLICITAÇÃO DE COBERTORES, TRAVESSEIROS E TOALHAENXOVAL DE RESTAURANTE
– LIMPEZA / ARRUMAÇÃO QUARTO 
– SOLICITAÇÃO DE MANUTENÇÃO
Hospitalidade na palma da mão

Nossas recentes inovações

Foto por lilartsy em Pexels.com

Aproveitamos muito bem os últimos anos e incorporamos diversas inovações em nosso portfólio. Dentre elas a adoção de novos dispositivos e tecnologias como :

  • Biometria Facial,
  • Inteligência Artificial,
  • Uso de Speakers,
  • Integração com mensagerias abertas de mercado (Whatsapp, Telegram, Google etc.)
  • utilização de Robôs,
  • Dispositivos Inteligentes de IOT,
  • Novas integrações com outros sistemas legados dos Hospitais, inclusive outras áreas como Manutenção,
  • Migração de todos sistemas para ambientes portáveis com aparelhos de mobilidade,
  • aplicação do uso de QR codes …
  • adoção de novos dispositivos móveis integrados

Nossas soluções tem o compromisso de sempre se manterem atuais, reaproveitamos a infraestrutura existente sem deixar de lado a compatibilização com novas soluções … Nossos sistemas são flexíveis e absorvem as novidades tecnológicas, pois são construídos para sempre de adaptarem …

Conseguimos incorporar com sucesso muita inovação, seguem alguns exemplos:

Biometria Facial

Incluímos a Biometria Facial como dispositivos em áreas críticas e estamos abertos a novos usos … o primeiro caso de automação com o uso desta tecnologia foi em nosso sistema de Setup do Centro Cirúrgico. Veja o vídeo seguir:

Speakers

Aplicações de automação com Speakers de mercado (Alexa, Google etc… ) e plataformas de Inteligência Artificial … São possibilidades já testadas e conectadas facilmente a todos os nossos sistemas.

No vídeo a seguir, temos uma aplicação que está publicada na plataforma da Alexa para qualquer pessoa que tenha um dispositivo Alexa possa testar. (Skill: Supervisão hospitalar)

Com o uso de Speakers poderemos proporcionar novas formas de acesso aos sistemas e também solucionar novos problemas .

Além de conexões com nossos produtos, estamos abertos a ouvir novas demandas de soluções que utilizam este recurso.

Mensageria aberta

Conseguimos a portabilidade de mensageria interna de nossos produtos, para conversar com plataformas abertas como Whatsapp, Telegram, Google etc…

A incorporação de notificações em nossas plataformas, e não mais obrigando o uso de aplicativos nossos nos smartphones e tablets …

A seguir temos uma imagem que ilustra o uso do Whatsapp em nossa solução de acionamento por Botões Inteligentes:

Na solução de acionamentos, utilizamos o Whatsapp não só para a alocação e solicitação de uma Higiene, também:

  • notificamos quando uma pessoa atendeu,
  • Mandamos em tempos e tempos, alarmes de não atendimentos ,
  • e periodicamente também podemos enviar um relatório do período …

Novos usos para o QR code

Utilizamos o QR codes em todas as nossas soluções como uma alternativa complementar.

  • Além do Checklist que já utilizava este recurso,
  • etapas do Gerenciamento de leitos,
  • Setup do Cetro Cirurgico,
  • validações de lugares e pacientes como por exemplo em nossa solução de Transporte intra hospitalar … imagem ao lado …

O uso deste recurso, também proporcionou abrirmos o leque para novas soluções como o Cardápio virtual e Gerenciamento da Nutrição Hospitalar, e principalmente nossa solução de Hospitalidade em que deixa na palma da mão do paciente um atendimento rápido e eficiente,

Inteligência Artificial

Foto por Tara Winstead em Pexels.com

Com parceiros, aplicamos Inteligencia Artificial em projetos pontuais.

Um exemplo foi após o pico da pandemia ajudamos Hospitais a identificar os pacientes mais críticos que ficaram sem assistência …

Outro exemplo foi um projeto em uma empresa prestadora de serviços em Hospitais com mais de 8000 funcionários, utilizamos o mecanismo da Inteligencia Artificial para decidir realocação dos funcionários, levando em conta diversos parâmetros, dentre eles o tempo de deslocamento diário de todos funcionários. Este projeto representou economia em benefícios, porém o mais relevante do projeto foi a diminuição drástica de absenteísmo .

Integrações com mais sistemas

Foto por Ksenia Chernaya em Pexels.com

Continuamos no trabalho de novas integrações, agora ampliamos o espectro de tipos de sistemas.

Um exemplo foi no Gerenciamento de leitos, conseguimos incluir dados de outros sistemas como os de Manutenção dos Hospitais.

Conseguimos dar maior publicidade sobre as informações dos processos de manutenção em andamento ou pendentes referente a um leito específico e melhor deixando evidente nos melhores momentos para realizar as manutenções pendentes.

Uso de IOT

Pesquisamos dezenas de novos dispositivos e acessórios, e este será um trabalho constante … deixamos todas as nossas soluções abertas a novos dispositivos e tecnologias que estão por vir … e preservamos os investimentos e energia de todos …

A primeira solução de incorporação de IOT foi com os Botões Inteligentes.

O primeiro Hospital o qual instalamos foi o Cardio Pulmonar de Salvador (Rede D’or).

Em parceria com a empresa Resolv colocamos mais de 40 Botões em diversos locais, além de banheiros e salas de esperas, ajudamos no controle das higienizações dos elevadores de acesso aos espaços destinados a Covid-19.

Temos uma publicação da Diretora da Resolv Giovanna Trovati,

Case Cardio Pulmonar/ Resolv:

figura ao lado do post citando

Como descrito na publicação da Giovanna, utilizamos a rede inteligente de IOT Brasileira na solução dos Botões Inteligentes (o qual já estamos chegando a quase 1000 devices instalados)  … 

Temos diversos cases de sucesso, segue alguns outros cases publicados:

Segue um depoimento de Ana Augusta do Site Hotelaria Hospitalar:

Novos Dispositivos estão sendo testados !!!

Acabamos de homologar um Contador de Abertura de Porta, que nos envia em tempos e tempos quantas aberturas ou antes deste tempo se chegamos a um limite pré configurado …  este dispositivo também não necessita de infraestrutura dos clientes.

Sabendo se um local é visitado ou não em um período, ou saber quantas pessoas passaram por ali, proporcionará que nossos sistemas automatize diversos processos :

  • colocar um lugar em prioridade alta se passar um limite definido de aberturas em uma fila de limpeza,
  • colocar um lugar em prioridade baixa se neste lugar tiver baixo movimento, 
  • ou até retirar da fila nos casos se ninguém entrou por exemplo,
  • se chegar em um limite de abertura, já abrir automaticamente uma solicitação avulso de higiene

Uso de Robôs em diversos ambientes hospitalares … 

Já publicamos aqui no Blog um post sobre uma palestra do Professor Marcelo Boeger:

Buscamos os uso de Robôs para liberar as equipes (de humanos) para realização das tarefas mais importantes e insubstituíveis. Liberar os profissionais de atividades rotineiras, insalubres, com riscos à sua segurança para que, os profissionais de “carne e osso” possam cuidar, atender, compreender e humanizar.

No pico da pandemia, a utilização de Robôs de telepresença foi muito importante. O Governo do Estado de SP, utilizou 3 robôs no Hospital das Clínicas para fazer a triagem de pacientes com suspeita de Covid-19 , resguardando profissionais de contaminação. Através do robo, o médico atende via telepresença e de acordo com o resultado da triagem, encaminha a pessoa até o destino correto. Lembrando que neste pico, no mercado até material de proteção individual não existia. Com o Robô conseguimos viabilizar um atendimento em massa…. Segue matéria da época no telejornal da Rede Globo.

Novos projetos saindo

Estamos trabalhando em um novo projeto de localização de pessoas e coisas com baixo custo focado no combate de infecção hospitalar …  Para esta nova solução, a utilização de dispositivos IOT e também de Inteligência Artificial será um dos destaques do projeto.

Recebemos muitas outras demandas, muita coisa conseguimos entregar somente com nossa equipe, mas a ajuda de parceiros estratégicos são fundamentais em alguns desafios… Assim conseguimos reaproveitar diversos esforços de outras empresas e integramos nas soluções …

Você tem alguma demanda ? nos envie sua sugestão

Reconhecimento facial leva maior eficiência e segurança para o Giro da Sala Cirúrgica.

A maior eficiência e segurança do Giro das salas Cirúrgicas são objetivos de nosso Sistema de Setup do Centro Cirúrgico.

O centro cirúrgico é um setor singular dentro de qualquer hospital, atraindo atenção pelos seguintes aspectos: evidência dos resultados, complexidade das operações ali realizadas, decisiva ação curativa e por ser o local mais oneroso do hospital.

Estamos trazendo a evolução dos processos de desmontagem e montagem das Salas coma Biometria facial, no Vídeo a seguir apresentamos esta evolução:

Assim como a internação, o uso das salas cirúrgicas são bastante concorridas e é necessário uma organização imensa por parte do hospital: entregar a sala pronta, higienizada, equipada e em condições excelentes. Cada cirurgia é muitas vezes marcada com antecedência e deve-se respeitar os agendamentos, com o mínimo de atrasos.

Giro de Sala

O “Giro de Sala” nada mais é do que a presença de uma equipe de profissionais responsável pela retirada e pelo encaminhamento de todo o material e equipamento ao final de um procedimento, bem como pela limpeza concorrente das salas, deixando-a pronta para ser montada para a cirurgia seguinte. É exatamente nesse processo que a Voice Technology entra trazendo tecnologias de padronização nos processos e ajudando na tomada de uma decisão assertiva baseada em indicadores reais.

Com fases de limpeza e organização concomitantes e com tempos cronometrados aumenta o controle e a produtividade de equipes de enfermagem, limpeza, farmácia e de recolha de equipamentos em hospitais otimizando o uso das salas de cirurgia e das equipes envolvidas.

Medir o desempenho da unidade do Centro Cirúrgico passa a ser extremamente importante para obter melhores resultados nos processos de trabalho, reduzindo, assim, custos operacionais e promovendo a satisfação dos clientes médico e pacientes.

Como funciona?

A entrada e saída das atividades são feitas através da leitura da Biometria facial. Uma vez o serviço já iniciado dentro da sala cirúrgica, o gerenciamento web permite a visualização e das equipes e o tempo decorrido como um todo.

Todas as equipes devem obrigatoriamente fazer um “Checkin” e depois um “Checkout” para finalização das atividades. Assim como todas as entradas e saídas intermediárias se houverem.

Além da Biometria facial, existem outras possibilidades de interface, exemplos: cartões de acesso, movimentação por página web ou ainda pela URA, através do telefone da sala cirúrgica.

Exemplo de visualização on line de uma sala no Giro

Indicadores​

O sistema gera e fornece indicadores detalhados sobre os tempos e o desempenho das equipes por data, especialidade e grupo:

  • Tempo total de higienização
  • Tempo de chegada do paciente
  • Tempo de execução da atividade por cada equipe
  • Equipes que ultrapassaram o tempo estipulado
  • Ociosidade da sala entre pronto/lacrado até chegada do paciente

Se Interessou ? fale conosco pelo Whatsapp ou se preferir nos solicite um contato

Adviser Hotel integrado com Erbon PMS

Venit Barra

Em nosso cliente, Venit Hotéis na cidade do Rio de Janeiro, acabamos de implantar uma nova integração.

Antes o Hotel utilizava o PMS Ópera e agora o substitui pelo da Erbon.

O Hoteis Venit são usuários do Adviser Hotel desde a sua inauguração em 2016.

Nesta implantação o Adviser Hotel manteve a integração com a plataforma de telecomunicações da Panasonic.

O Sistema Hoteleiro da Erbon, agora é mais um PMS que tem integração com nosso Adviser Hotel.

A Erbon, realizou a integração seguindo o protocolo padrão do Adviser.

Dentre as facilidades integradas tivemos:

  • Automação do checkin/out ou transfer (desabilitar e habilitar classe de serviço de telefonia, criar e apagar correio de voz e pegar configurações do hóspede como idioma e nome , assim personalizando e identificando nome do hospede nas chamadas).
  • aplicação de registro de consumo no quarto por telefone 
  • aplicação de status do quarto limpo ou sujo…
  • aplicação automatizada de despertar , nas duas vias , do sistema pra gente e vice versa. E controle de despertar não realizado e também despertar em grupo.

Equipe do Projeto

Sobre a Erbon:

Erbon PMS Gestão de todo o Front-Office do hotel, desde a Recepção, Reservas, Governança, Manutenção, até as Vendas, Comercial e gerencial com a análise em relatórios e dashboards dinâmicos, através do seu PMS.

CENTENAS DE CLIENTES EM TODO O BRASIL!
Redes Hoteleiras e Hotéis Independentes

Sobre os hotéis Venit e Venit Mio:

photo venit

Reinventando o conceito de hotelaria, Venit Hotéis traz um projeto inovador para o Rio de Janeiro: dois serviços de hospedagem em um único empreendimento. O moderno Venit Barra conta com 170 apartamentos sofisticados com uma proposta 4 estrelas e o exclusivo Venit Mio oferece 42 apartamentos com serviço e amenidades de hotel boutique. Com três opções de restaurantes, o hotel ainda oferece um bar na piscina exclusivo para seus hóspedes.O projeto recebeu o selo Procel de eficiência energética, devido as soluções que visam a economia de recursos, como água, gás e energia elétrica.

Botões Inteligente de Acionamento de Higienização – Case Grupo GPS

Os serviços de Saúde e prestadores de serviços tem um grande desafio referente às solicitações de limpezas avulsas e controle do SLA.

Os desafios abaixo são o que encontramos diariamente nos serviços e que refletem em clientes insatisfeitos e consequentemente reclamações:

Pensando nisso e na busca incessante de trazer recursos tecnológicos que atenda às necessidades e tragam maior segurança e satisfação aos nossos clientes, implantamos os botões de acionamento de higiene em um Hospital de uma grande Rede Hospitalar na cidade do Rio de Janeiro.

O fluxo de instalação é bem simples, pois não precisa dispor de wifi, antenas ou fios, o que não traz custos para o Cliente.

Basicamente seguindo os passos abaixo:

  1. Cliente/colaborador aperta o botão sempre que houve alguma necessidade de limpeza;
  2. Liderança recebe mensagem Whatsapp* e central de controle tem painel on-line;
  3. ASG ao finalizar a tarefa basta dar um duplo clique no botão para fechar o chamado.
    1. Liderança confere a finalização e acompanhamento bem como a qualidade do atendimento;
  • Elevadores 
  • Setores de exames 
  • Banheiros de áreas comuns 
  • Vestiários
  • Recepções 
  • Emergências 
  • Corredores

Este novo processo traz uma maior agilidade e rapidez nos chamados de limpeza, uma vez que a rotina de higienização é muito agitada dentro de um Serviço de Saúde.
Os botões devem ser instalados de forma estratégica, nos setores de maior fluxo e criticidade. Além disso, traz uma sinergia entre todos os setores com a equipe de higienização, uma vez que qualquer colaborador ou cliente pode acionar os botões, além que de proporcionar agilidades frente a necessidade de manutenções junto aos serviços de infraestrutura identificada pela equipe de higiene.
Além disso, temos a geração de indicadores para novos planos de ações, ganhos operacionais e melhor atuações da equipe frente as necessidades.
Importante reforçar que a implantação dos botões não exclui os cronogramas de limpezas diárias e as limpezas terminais programadas. Ele vem para complementar a agilidade e rapidez nos atendimentos de limpeza e abastecimento, bem como garantir uma maior satisfação dos usuários.
Todos os colaboradores da Higiene (Auxiliares de Limpeza e lideranças) foram devidamente treinados para termos um melhor aproveitamento e entrega dos melhores resultados com a ferramenta implantada.
Os botões podem ser implantados em várias áreas:

Alguns clientes fazem a opção de instalação em áreas administrativas, onde na falta de colaboradores ou de chamados emergenciais fazem uso dos botões.
Resumindo, este recurso tecnológico proporciona clientes mais satisfeitos e redução nas reclamações. Além disso, apresentação fácil implantação e operação e baixo custo.
Se trata de uma tecnologia de nosso parceiro Voice Tecnology, que sempre nos traz soluções para facilitar o dia a dia dos gestores e colaboradores.

Responsáveis pela Case no Grupo GPS

Angela Rodriges:

Enfermeira,

Gerente Regional de Facilities,

Responsável Técnica pelo Segmento Saúde no Grupo GPS

Mary Ângela Damião Zanin

Enfermeira,

Gerente Operacional , MBA em Gestão Operacional,

Especialização em Enfermagem do Trabalho

Autora do Case:

Estamos no Mapa do Ecossistema Brasileiro de Bots

Estamos listados na edição deste ano do Mapa do Ecossistema Brasileiro de Bots.

Esta é a quinta edição do Mapa, que já se tornou uma referência no mercado brasileiro e serve de fonte de informação para quem pesquisa e se interessa pelo tema.

O exemplar da revista está disponível para download do público no site do Mobile Time.

Como destaque é como somos umas das empresas pioneiras a desenvolver solução para a Vertical Saúde.

O Gerenciamento de Leitos, salva vidas !

artigo de Renata Baleotti

Dentro de um hospital muita coisa pode mudar de uma hora para a outra. Nem tudo é previsível.

Leito parado é sinômino de custo.

A falta de leitos pode, por exemplo, cancelar cirurgias eletivas, o que prejudica o paciente e a instituição.

O eficaz gerenciamento de leitos é extremamente necessário não traz somente benefícios para a instituição. Ele salva vidas!

A Hotelaria tem um papel fundamental junto com a assistência nesse processo. Quando uma instituição tem um Departamento de Hotelaria, com gestor responsável pelos vários setores de apoio, estes passam a ser integrados e, consequentemente, a comunicação e tomadas de decisão se tornam mais rápidas e eficientes.

O uso da tecnologia no gerenciamento de leitos é um grande aliado. A Voice Technology possui uma solução de apoio às áreas de Internação, Hotelaria e Governança Hospitalar, permitindo visão global dos processos de limpeza e agiliza a liberação de leitos. 

Sobre Renata

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Autora do Livro “Descomplicando a Hotelaria Hositalar”

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Outros artigos de Renata:

Hotelaria Hospitalar no serviço de Nutrição – Eficiência e Experiência do Paciente

artigo de Renata Baleotti

A criação de um Departamento de Hotelaria dentro de um hospital está baseada em 5 pilares:

  • organização e padronização de espaços e serviços;
  • melhoria de processos e fluxos;
  • redução de custos;
  • otimização do setor assistencial;
  • mudança nas relações humanas.

Esse cinco pilares tem como principal objetivo: conforto, segurança e bem-estar do cliente de saúde que resultam na experiência do cliente.

O crescimento da Hotelaria nos Hospitais força a eficiência dos processos, principalmente nos que mais impactam na experiência do paciente.

Como consultora na área, estou aproveitando essa fase de quarentena para pesquisar novidades e, estudar alguns processos para replicar no mercado soluções eficazes e inovadoras.

Identifiquei-me com um dos pontos mais críticos dentro dos Hospitais que é o fluxo de trabalho no Setor de Nutricão e Dietética (SND) principalmente relacionados à eficiência e logística interna.

Soluções, que, se bem organizadas e geridas, geram ótimos resultados pois os processos e fluxos ficam mais seguros com controles mais precisos e confiáveis.

Encontrei uma solução moderna, baseada em um cardápio virtual, prático e de fácil navegação. É muito fácil de usar pela equipe de copeiras, assim como o uso de aplicativo de pedidos de delivery de alimentação.

Inicialmente a solução pode ser usada pela equipe interna ou até, e se a instituição se interessar, poderá disponibilizar o uso para pacientes e acompanhantes.

Posso ajudar os Hospitais!

Posso fazer o mapeamento do novo fluxo de SND com a ferramenta e treinar toda a equipe.

Em meu trabalho de pesquisa entrei em contato com a equipe fabricante desta tecnologia e, poderei, pessoalmente fazer o papel de facilitadora desta revolução na área da nutrição, levando as boas práticas da hotelaria hospitalar para o Serviço de Nutrição e Dietética de um hospital.

A experiência do cliente não depende de grandes e modernas estruturas.

A experiência do cliente tem uma base forte nas relações humanas. A “engrenagem” das relações humanas funciona melhor quando a informação e a comunicação são mais eficientes. Essa solução proporciona isso.

A melhoria na comunicação na relação gestores x colaboradores x cliente devido às rápidas e precisas informações que a tecnologia proporciona são pontos chaves para a Hotelaria apresentar resultados mais eficazes.

Imagine ter uma solução que facilite o trabalho dos colaboradores, fato que os motiva, pois a rotina do dia a dia se torna mais prática, ainda dão resultados para o setor.

A rápida coleta de informações para tomada de decisões e feed back para o cliente, melhoria na gestão de indicadores de qualidade e nutrição do paciente, melhoria na apresentação do cardápio (quando se aplica), melhoria e otimização no controle de estoque, redução de custos, sustentabilidade são alguns benefícios para o setor de nutrição.

Posso ajudar hospitais que acreditam que a Hotelaria, com ferramentas chaves, poderão ser o diferencial de eficiência e qualidade.

Vamos conversar?

Sobre Renata Baleotti

Renata Baleotti

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Textos relacionados:

A Importância do Voice para os Hospitais em tempo de covid19

COVID-19 trouxe a necessidade de revisão nos processos de limpeza e seus controles, a maioria de nossos clientes se apoiaram nos Painés on line de monitoração e na garantia que o próprio sistema gerencia o processo de limpeza e oferece apenas o leito exato, de acordo com as regras de cada Hospital e disponibilidade.

Muito Hospitais, conseguiram isolar áreas inteiras, o Gerenciamento de leitos do Voice já tem nativo nele a possibilidade de apenas oferecer os leitos corretos por localização ou regras, ou seja o sistema impede o erro manual de se indicar uma pessoa não preparada ou fora da área de isolamento para limpar este leito. Assim a grande maioria dos clientes conseguiram se adaptar a nova realidade com garantia de que o processo ocorresse corretamente.

Já no início da pandemia, tivemos dezenas de solicitações, a grande maioria dos casos o sistema já estava preparado ou se tratava de uma forma diferente de configuração. Mas alguns solicitaram novas situações muito interessantes.

Algumas destas solicitações, foram a anotações de ações e novos controles que originalmente deveriam estar no SGH (Sistema de Gestão Hospitalar). Mas como nossa resposta de desenvolvimento é rápida, conseguimos atender a grande maioria destas solicitações extras.

A primeira alteração que fizemos foi deixar explícito para todos quais os leitos de higienização a informação que se trata de um leito de paciente com covid. Este recurso tem grande utilidade.

Motivos de ver covid na tela

  • primeiro garantir a segurança de todos envolvidos, principalmente do pessoal de linha de frente de higienização,
  • Garantir o por uso de EPIs especificos,
  • Aplicar o novo processo de limpeza diferenciada,
  • Gerar estatísticas confiáveis de opcupação relacionado ao covid-19 ,
  • Melhorar a gestão dos leitos

Na Imagem a seguir, temos um exemplo de Painel com uma Limpeza identificada como: “Covid-19” na coluna Deslocamento…

Neste caso, o sistema oferece apenas para as pessoas que estão preparadas e no momento que informa o próximo leito a ser realizado a LImpeza terminal reforça o aviso para colanboradora que se trata de uma higienização de um leito de covid…

Dentre os clientes que inicialmente receberam esta alteração temos: Hospital Albert Einstein, Hospital Salvaluz, Hospital Santa Catarina, Hospitais São Camilo, Hospital Moinhos de Vento, Copador etc… e está disponível para todos os outros clientes que desejarem aplicar.

Na tela a seguir, temos outro exemplo de sinalização: Neste caso o cliente pediu para identificar na tela os leitos com pacientes de Covid-19 como : “Coronavirus”

Com esta nova identificação.

Também facilitou a análise do impacto na operação. Quanto tempo demora mais cada higienização, se for uma operação apartada do resto do Hospital ficou claro a real necessidade de dimensionamento de pessoas e recursos.

Os gestores puderam ter a garantia de poder ter os dados corretos em mãos e domínio maior neste novo tipo de operação diferenciada causada pela nova realidade.

O Gerenciamento do Voice se mostrou que já é preparado para mudanças drásticas no ambiente. Vários dos clientes aplicaram sua experiência com o uso do sistema em situações de crises anteriores e se prepararam muito rápido e deram respostas praticamente imediatas.

Outra solicitação muito interessante que recebemos, foi a inclusão de etapas adicionais no fluxo de higienização, como por exemplo a desinfecção por Ultra violeta.

Nossa tecnologia garantiu o controle da higienização hospitalar com praticidade e acompanhamento das tarefas em tempo real.

Foi possível o cumprimento dos novos protocolos e sua demonstração. E todos os benefícios que a solução proporciona se mantiveram.

A tecnologia garantiu o gerenciamento automático que o sistema proporciona, assim como a melhor mobilidade e eficiência de todos envolvidos.

Importância do Gerenciamento de leitos Voice para Hospitais usuários MV

É recorrente a pergunta sobre integração com MV !

Este post foi feito especialmente para ilustrar como nosso Gerenciamento de leitos agrega aos Hospitais usuários do Sistema MV.

Vital para alcançar a eficácia nas internações, o gerenciamento de leitos é um processo chave de um hospital, promove a utilização dos leitos disponíveis em sua capacidade máxima.

Incorporar uma metodologia de gerenciamento de leitos hospitalares eficaz vem se tornando fundamental. Investir em processos e ferramentas para agilizar o processo de internação é algo essencial para maximizar resultados.

Criar e acompanhar indicadores de desempenho são atividades fundamentais para uma gestão eficiente na Saúde. Métricas garantem que os resultados traçados no planejamento estratégico sejam alcançados. Permite à organização agir em tempo real diante dos desafios.

Mesmo com um software excelente de Gestão Hospitalar, ainda há lacunas manuais as quais não são cobertas. Nosso sistema é complementar, e consegue cobrir estas lacunas no gerenciamento de leitos. Temos diversos casos de sucesso nos quais transformamos a produtividade de Hospitais os quais já eram usuários do Sistema MV.

temposgirodeleitoanoanoA implantação do Sistema MV já gera alguns benefícios à Gestão de leitos, um de nossos clientes registrou a evolução ano a ano dos indicadores de giro de leito e fica explícito o impacto que cada sistema.

Estes dados são muito esclarecedores e servem como referência para os Gestores. No artigo O que mudou com a utilização do Voice, temos mais detalhes deste caso.

Alguns Hospitais que são referência no mercado brasileiro possuem o gerenciamento de leitos da Voice integrado com o MV, dentre eles destacamos alguns:

  • Hospital 9 de Julho,
  • Congregação Santa Catarina (Hospital Santa Catarina, Casa de Saúde São José, Santa Tereza etc.)
  • Hospital Anchieta,
  • Unimed Volta Redonda,
  • Hospital Moinhos de Vento,
  • Hospitais São Camilo (Pompéia, Santana e Ipiranga)
  • Unimed Fortaleza,

Moinhos de Vento

moinhos no congresso de hotelaria

O Hospital Moinhos de Vento já participou de alguns congressos e simpósios onde apresentou seus resultados com o Voice:

O Moinhos também foi destaque do Site Hotelaria Hospitalar.

Hospital Anchieta (DF)

O Hospital Anchieta também já era usuário do Sistema MV, e depois da implantação do Voice teve ganhos muito expressivos.

No vídeo a seguir temos um trecho da entrevista de Izabela Moreira ao Site Hotelaria Hospitalar onde deixou claro que com o Voice:

  • conseguiu maior eficiência nos processos,
  • com a metodologia do sistema possibilitou engajar toda a equipe,
  • teve a melhoria no tempo de giro de leito, eliminando em média 4 horas que o leito ficava aguardando inicio de limpeza,
  • aumento da eficácia e melhoria do giro do leito,
  • possibilitou incutir a liberação de leito mais ágil,

Link da entrevista na integra

Este Hospital já apresentou seus resultados em Congressos e Simpósios. Na III Jornada de Hotelaria Hospitalar do DF e GO , Izabela demonstrou o Case em Gerenciamento de leitos e destacou o uso da tecnologia. Mostrou como se beneficiou da integração entre Voice e MV.  Mostrou vários painéis vivos de acompanhamento que proporcionam o controle em tempo real.

No final de sua palestra, Izabela demonstrou os ganhos no giro do leito que teve com a implantação do Voice:IMG_8323.JPG

  • Tempo de espera:
    • de 4 hs 46m 20s
    • para 1h 27m 25s
  • Tempo de deslocamento
    • de 7m 55s
    • para 8m 14s
  • Tempo de Higiene
    • de 1h 0m 47s
    • para 52m 26s
  • Tempo de supervisão
    • de 36m 29m
    • para 16m 54s
  • Tempo total:
    • de 6hs 31m 35s
    • para 1h 54m 02s

Hospital Unimed Volta Redonda

O Hospital Unimed Volta Redonda é um exemplo de Hospital que sempre investe em tecnologia . Uma evidência disto é por ele ser um dos primeiros Hospitais com qualificação de Hospital Digital na América Latina, tendo o Himss ERAM 7 (nível máximo). Temos nosso sistema desde a criação do Hospital e ele foi o sistema de integração oficial com a MV.

A Unimed é um bom exemplo em que nosso sistema dá indicadores adicionais a operação. Recentemente o Hospital refez seu processo de terceirização de limpeza e aproveitou os indicadores on line de nosso sistema para colocar estes como SLA no contrato.

Na tela a seguir, o indicador de Porcentagem de execução das limpezas concorrentes realizadas antes do meio dia.

Porcentagem de limpezas concorrentes realizadas

Os relatórios agregam valores aos nossos processos pois direcionam nossas estratégias. Foi um ganho para o setor e para geração de resultados. Hoje, deixamos de atuar diante de percepções e monitoramos de fato cada etapa do processo.

Jéssyca Moreira

Líder de Hospitalidade da Unimed Volta Redonda

Dentre os diversos controles que se transformam em gerenciamento do resultado do terceiro, temos o relatório a seguir que demonstra quantas Limpezas terminais foram realizadas na meta e quantas não.

telanameta

Outra ação que nosso sistema proporcionou, foi ter on line a produção de cada trabalhador. Os melhores são premiados ! No mês passado as 3 que melhor desempenharam na limpeza concorrente e as que melhor desempenharam na limpeza terminal foram premiadas com um dia de Beleza.

Veja um exemplo deste relatório:

relatorioconcorrentesranking

 

 

Hospital 9 de julho

O pioneiro com uso de nosso sistema integrado ao MV,  este é um dos Hospitais que estão mais avançados no controle de seus processos. Ao entrar na sala de Hotelaria chama atenção que todos acompanham o Voice, o engajamento envolve todos e é impressionante como até os funcionários da prestadora de serviço são envolvidos.

No Hospital 9 de Julho, o processo de Gestão de leitos cresceu e hoje somos o sistema mandatório de manutenção. Os acionamentos são realizados pelo Voice.

Hospitais da Congregação Santa Catarina

Hospital Santa Catarina

Atualmente abrange 5 Hospitais da Congregação:

  • Santa Catarina (SP),
  • Casa São José Humaita (RJ),
  • Santa Teresa de Petrópolis,
  • Nossa Senhora da Conceição em Três Rios e
  • São José de Teresópolis,

Inicialmente instalamos no Hospital Santa Catarina e depois de um tempo em produção, o corporativo da rede decidiu que nosso produto deverá ser padrão em todos os 16 Hospitais. Gradativamente estamos implantando um a um.

tranformacaosantacatarinaUm fato relevante foi que a partir da primeira instalação, todas as outras foram acontecendo em conjunto do projeto Transformação, e o Voice é implantado junto com o Soul MV.

“Quando a gente começa a se apoiar em tecnologia, os saltos passam a ser exponenciais e a gente não está acostumado com isso na Saúde”,

comenta Vinícius Oliveira,

diretor corporativo de Operações da Associação Congregação de Santa Catarina

Nosso Gerenciamento de leitos é a ferramenta padrão que equipará todos os Hospitais da Congregação. E isso por proporcionar controles e gerenciamento dos processos de liberação de leito inexistentes nos Sistemas de Gestão Hospitalares.

 

Fontes: