Investimentos em Inovação e P&D – USSD

Continuando a série de Posts sobre a nossos investimentos em Inovação e em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) … onde já publicamos:

Neste falamos um pouco sobre nosso projeto de Central de Serviço de mensagens baseado ussdem Computação em Nuvem através do uso de aparelhos celulares usando o protocolo USSD.

USSD (“Unstructured Supplementary Service Data”) é um protocolo aberto e não necessita o uso da Banda larga.

kenyamainNa reportagem da CBS News “The Future of Money” temos um exemplo que aconteceu no Quênia. É um bom exemplo e mostra bem a potencialidade da tecnologia e também de nosso projeto.

A reportagem mostra claramente como é possível universalizar o acesso a aplicações, principalmente nas Classes Sociais mais baixas.

previewkenya468770640x360.jpg

Estamos criando uma plataforma como serviço na nuvem, permitirá que o desenvolvimento, teste e até hospedagem. O diferencial do projeto é o gerenciamento de forma integrada e escalável.

Aplicações simples poderão dar acesso universal a informações e requisitar serviços e dados a qualquer pessoa que disponha somente de um aparelho celular simples e esteja na área de cobertura de qualquer operadora de telefonia celular dentro do Brasil.

Será possível disponibilizar serviços básicos de governo, serviços bancários etc. para qualquer aparelho celular em uso no Brasil, independente de:

  • tecnologia (GSM, 3G e 4G),
  • sistema operacional (Android, iOS, Windows Phone, Symbian ou proprietários),
  • tipo de assinatura (planos pré ou pós pago),
  • disponibilidade de plano de dados (funcionará com ou sem plano de dados ativo, e não consumirá a franquia de dados),
  • tipo e fabricante do hardware ou operadora (funcionará com todas as operadoras e praticamente todos os modelos de todos os fabricantes de aparelhos celulares).

Os potenciais contratantes do serviço serão empresas (de todos os tipos e tamanhos), prefeituras, governos estaduais, secretarias, união federal e suas autarquias, tais como INSS, departamentos de água, secretarias de saúde, institutos de pensão etc.

O usuário final das aplicações hospedadas na plataforma será qualquer indivíduo que possua um aparelho celular, mas em especial aqueles que hoje não possuem planos de dados e os 70% deles que hoje não possuem smartphones capazes de rodar aplicativos ou acessar a Internet (dados de 2013).

Todos os 5.564 municípios brasileiros possuem atualmente cobertura celular. No entanto, apenas 2.850 municípios possuem ofertas de varejo à banda larga de Internet, o que limita o potencial de universalização de serviços públicos e privados, baseados no acesso tradicional via PCs conectados à internet, principalmente para os municípios pequenos.
As aplicações oferecidas como serviço pela plataforma proposta tem grande potencial de impacto no mercado, pois atingirá 100% dos aparelhos celulares existentes no Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s