Como foi a Jornada de Hotelaria Hospitalar – INTO 2021

Aconteceu uma super jornada híbrida, em 03 de dezembro, no presencial com o auditório do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, teve a capacidade esgotada logo no primeiro dia de inscrição, teve a participação de grandes nomes da nossa Hotelaria em Instituições de Saúde debatendo temas importantes.

Assista a gravação da primeira parte do evento. com as palestras de Marcelo, Emanoel, Gladys e Renata.

Na palestra na abertura, o brilhante Professor Marcelo Boeger, falou sobre o tema:

A Co-Criação das Jornadas pelo Gestor de Hotelaria.

“Os Novos Desafios do Gestor de Hotelaria de Hotelaria diante da co-criação das Jornadas”

Na sequencia tivemos a participação de Emanoel Severo, que com seu entusiasmo e irreverencia animou todos os presentes. Severo palestrou sobre o tema:

“Eu me comprometo a lavar minhas mãos!!!!”

Na palestra, Severo conquistou a todos com paródias musicas, interpretação de personagens da vida comum e do cotidiano em esquetes teatrais bem curtos, e sempre com o fundo de passar sua mensagem…

Muitas das paródias que Severo cantou, estão disponíveis em seu canal do Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCeegXJB-HSi0Ue2GLiXv1wQ

Emanual Severo é Enfermeiro Graduado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Especialista em Estomaterapia pela PUC do Paraná. MBA em Gestão em Saúde e Controle de Infecção pela Faculdade Método de SP. Responsável pela Campanha Eu Me Comprometo a Lavar Minhas Mãos. 

Gladys Antonioli (Hospital Santa Catarina),

Palestra com o tema:

“A Importância das Áreas de Apoio!”


Palestrante: Gladys Antonioli – Gerente de Apoio no Hospital Santa Catarina Paulista

 Renata Baleotti, Consultora, Palestrante, autora do livro: Descomplicando a Hotelaria Hospitalar

Trouxe uma novidade que contribuirá muito para a Hotelaria Hospitalar.

Teve uma palestra com o seguinte tema:

“Uma Novidade que contribuirá muito para Hotelaria Hospitalar!”
Palestrante:

Renata começou sua palestra enfatizando a EXPERIÊNCIA ! Baseado na busca da melhoria da Experiência do Paciente, mostrou uma ferramenta muito interessante.

Para facilitar, pacientes, acompanhantes , visitantes, passantes e até o Staff do Hospital. Poderão ter na palma da sua mão a resposta ou solução de um problema.

O uso do QR code, facilita qualquer um com um Smartphone ter acesso a Informações, solicitações de serviços, Realização de compras etc …

Renata deu vários exemplos de uso da ferramenta que está na ilustração ao lado.

O segredo da Hotelaria está aí: EM COMO eu recebo meu cliente. Renata

O cliente de saúde pode ter acesso a variados tipos de informações sobre o hospital, orientações ao cliente, Mapa do Hospital, (você pode evitar imprimir esse tipo de informação), acesso ao hospital, recados importantes, informações sobre a redondeza do hospital…

O Sistema de Hospitalidade já é utilizado em hotéis com certeza trará ótimos resultados, em hospitais, como agilidade e praticidade em solicitações de pedidos, por exemplo, além de informatizar esses processos proporcionando assim melhor controle da supervisão já que o sistema também gera relatórios.

O fornecimento de diversos tipos de informações num só lugar também é uma das vantagens. Tudo isso do próprio celular.

Basta escanear um QR Code. É Hospitalidade na palma da mão.

Proporciona solicitações como, enxoval, limpeza, manutenção, conversar com a/o nutricionista ou com algum supervisor de área.

A instituição de saúde consegue, através dele, atender as mais variadas necessidades do paciente, acompanhante e visitante.Tudo isso através do celular de cada cliente. Basta ele apontar para um QR Code.

Esse sistema é Hospitalidade na palma da mão. Ele cria uma conexão, um elo, mesmo que virtual, entre Hotelaria e cliente de saúde.

A Hotelaria pensa antes do cliente. Ela se antecipa. Ela sempre deve estar passos à frente do seu cliente. Renata

Na sequencia tivemos o seguinte painel de discussão

Segurança do Paciente: Indicadores abaixo do esperado; Política X Prática durante a pandemia; As implicações entre a Segurança do Paciente e o Controle de Infecção por conta da Pandemia

Segunda parte da gravação do evento

Moderadora: Gisele Motta Regis, – Enfermeira Graduada pela Universidade Gama Filho com especializações em Controle de Infecção Hospitalar, MBA em Hotelaria Hospitalar e Facilities pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Israelita Albert Einstein, Sócia Gestora da Empresa GR Consultoria em Saúde, Enfermeira Analista da Linha de Cuidados de Doenças Crônicas não transmissíveis da CAP 3.1


Alexandra Reis Melo , Gerente de Infraestrutura e apoio da AACD
Melissa Muller – Coordenadora de Atendimento e Hotelaria do Hospital Pro Cardíaco
Juliana Arruda de Matos – Médica Infectologista do INTO, Pesquisadora em Saúde Pública da FIOCRUZ, Doutora em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela UFRJ

Luciana

Mesa Redonda:

Lideranças Femininas em Hotelaria Hospitalar – A Experiência em Ação

Moderadora: Luciana Oliveira Freitas

Especialista em Hotelaria Hospitalar e Facilities pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein e consultora na área e Coordenadora do Clube Asbac (Associação dos Servidores do banco do Brasil) – Comary em Teresópolis

o grande tema deste retorno foi tudo o que aprendemos a valorizar nesse período da pandemia. Aprendemos a valorizar mais a vida, a não viver por viver, mas sim a tomar decisões, seja continuar ou mudar. Isso faz toda a diferença seja na nossa vida pessoal ou profissional. E quando trabalhamos felizes colocamos o coração no que fazemos e tudo flui mais leve e com melhores resultados.

Luciana Oliveira Freitas

Convidadas:

Maria José Ribeiro – Presidente do Conselho da Beneficência Portuguesa de Teresópolis
Liana Dias Cavalcante – Advogada, Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão de Pessoas, Pós Graduada em Hotelaria e Facilities

Palestrante: Márcia Velasco

Tema:

Como lidar com resultados inesperados? Como manter o equilíbrio emocional?

Márcia é Psicóloga clínica e hospitalar, Mestre em Psicologia Clínica pela PUC – Rio, Coordenadora e Docente dos Cursos de Pós-graduação em Psicologia Hospitalar e da Saúde Mental e Atenção Psicossocial da Universidade Veiga de Almeida, Coordenadora dos Serviços de Psicologia dos Hospitais Assim Tijuca e Méier, Membro da Comissão de Bioética Médica da OAB-RJ e da Comissão de Saúde Mental Perinatal da Secretaria de Saúde do RJ.

Nossa presença

Neste evento fomos um dos patrocinadores e demos todo apoio possível. Estávamos com uma mesa para receber os interessados em nossas soluções. no local nossos colaboradores Alex Tostes e Marcius Wada estavam a disposição.

Deixamos a disposição algumas soluções para demonstrar, em especial nosso Botão inteligente. Um recurso tecnológico que utilizado em instituições de saúde traz benefícios a todos: gestores, colaboradores e clientes. Ele não precisa nem wi-fi, nem fios e nem antenas … Tudo muito simples para o Hospital.

O Botão Inteligente proporciona rapidez nos chamados àqueles que necessitam da equipe de higienização. Basta apertar um botão.
O setor de higienização conta com a colaboração de todos em relação a limpeza e higienização da instituição, já que ele proporciona comunicação fácil e rápida. Além de gerar indicadores para novos planos de ação.
Sugestão de implantação: Elevadores, Áreas de realização de exames, Banheiros de áreas comuns, Vestiários, Recepções, Emergências …

Mesa de abertura

Antes das palestras, tivemos uma cerimônia inicial com uma Mesa de Abertura com a presença de nossa Anfitriã Bianca Farizote (INTO), Dr. Graccho Alvim Neto (AHERJ), Flávia Fávero (SMH) e o Professor Marcelo Boeger na mesa de abertura.

Repercussão nas mídias socias:

Post no Linkedin de Caroline Della Costa

Oportunidades são para serem aproveitadas, hoje dia 03/12 ficará marcado em minha memória como o primeiro evento que pude participar e representar a Unimed Volta Redonda na Jornada de Hotelaria Hospitalar.
Os desafios da Hotelaria/Hospitalidade mudaram, tivemos que nos reiventar durante a pandemia, descobrir personas e Co-criar novas jornadas entre tantos outros desafios que ainda estão por vir.

“Cocriar é arte de conectar o seu melhor com o melhor do outro”.

Aprendizado que ficará marcado na minha jornada pela hospitalidade.

Post de Roberta Santos

Hoje tivemos o grande prazer de representar a Unimed Volta Redonda na Jornada de Hotelaria Hospitalar 2021. Somos gratas por poder participar desta experiência única e repleta de aprendizado que vamos repassar e levar conosco por toda a nossa jornada…
Nós últimos anos vivemos um desafio e vimos a importância da nossa área de apoio e como somos essenciais para podermos proporcionar uma excelente experiência para nossos clientes.


Não podemos parar frente aos novos desafios é tempo de mudar, cocriar ➡️ conectar o nosso melhor com o melhor do outro. #amorpeloquefaço #hospitalidade #juc #unimedvr

Post de Renata Baleotti

Vou começar os posts sobre a Jornada da Hotelaria Hospitalar, que aconteceu no INTO, dia 03/12, falando sobre Marcelo Boeger
A sua genialidade me inspira.
Se eu não me engano, a primeira palestra dele que assisti foi em 2010. A sua inteligência e a forma de transmitir o conteúdo é fascinante!
Ele contribuiu e contribui de uma maneira gigantesca para o meu crescimento profissional.
Eu sou fã mesmo e tiro foto toda vez que o encontro!!
Muito obrigada, Marcelo!!!

Post de Angela Rodrigues

Como é bom retomar os eventos e reencontrar os colegas de trabalho….Hoje o dia está sendo de muito aprendizado e network em Jornada de Hotelaria Hospitalar no INTO.
Time GPS Hospitalar presente.
#hotelariahospitalar
#grupogps
#higienizacaohospitalar

Post de HH Cuirdar e Servir

No dia 03/12 tive a honra de realizar a palestra: “Uma novidade que contribuirá muito para a Hotelaria Hospitalar” na Jornada de Hotelaria Hospitalar que aconteceu no INTO, no Rio de Janeiro, pela SHHERJ.
No meu trabalho como consultora preciso ficar atenta às novidades do mercado e o Sistema de Hospitalidade da Voice Technology, me chamou a atenção.
O Sistema de Hospitalidade já é utilizado em hotéis e, com certeza trará ótimos resultados, em hospitais, como agilidade e praticidade em solicitações de pedidos, por exemplo, além de informatizar esses processos proporcionando assim melhor controle da supervisão já que o sistema também gera relatórios. Nesse sistema o fornecimento de diversos tipos de informações num só lugar também é uma das vantagens. 
A instituição de saúde consegue, através dele, atender as mais variadas necessidades do paciente, acompanhante e visitante. Tudo isso através do celular de cada cliente. Basta ele apontar para um QR Code. O hospital pode imprimir o Qr Code e entregá-lo no ato da internação. Com a pandemia, o uso de QRcodes aumentou muito. Atualmente hotéis e restaurantes adotaram essa tecnologia. Esse sistema é Hospitalidade na palma da mão. Ele cria uma conexão, um elo, mesmo que virtual, entre Hotelaria e cliente de saúde.

Post de Luciana Oliveira Freitas

Deixei passar o dia, pois eu realmente estava muito emocionada em apresentar essas duas pessoas. Duas guerreiras que não encontram barreiras para realizar os seus sonhos. Duas mulheres admiráveis, incansáveis, talentosas e destemidas. Flávia Flavia Favero e Maria José Ribeiro Barboza tenham a certeza que vcs são inspiração para muitas pessoas e, para mim, são muito mais, são estrelas guia, que iluminam a nossa vida. Um forte abraço às duas!!! Desejo muito sucesso, muitas alegrias, muitas vitórias e que vcs realizem todos os seus sonhos!!! Muitos beijinhos e fiquem com Deus!!!

Sobre a SHHERJ

hh

Fundada em 13/05/2011, a SHHERJ que tem como objetivos:

  • Reunir profissionais de todo o Estado do Rio de Janeiro que atuam em na área de Hotelaria Hospitalar, assim entendidos aqueles que desempenham atividades na área de saúde;
  • Promover o desenvolvimento científico visando o aperfeiçoamento do profissional;
  • Promover o benchmarking com outras organizações ligadas à área de Hotelaria Hospitalar;
  • Realizar cursos, reuniões científicas, conferências, congressos, seminários e eventos similares, de interesse de seus associados;
  • Defender os interesses da categoria profissional.

http://www.sociedadedehotelariaherj.com.br

Live de Hotelaria Hospitalar ! Sobre Tecnologias – 18 de Novembro às 19 horas

A Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro (SHHERJ) tem a honra de apresentar a live:

A integração de tecnologias, suas aplicações para ganhos operacionais, redução de custos e melhoria na satisfação do cliente de saúde

Será no dia 18 de Novembro às 19h Link para acesso

Será uma excelente oportunidade para ouvir a experiência de importantes referência da Hotelaria Hospitalar do País. Todos os 4 palestrantes falarão de seus casos de sucesso, e principalmente do ganho operacional que tiveram com a aplicação de Tecnologia no ambiente Hospitalar.

Com tecnologia, eles mudaram seus ambientes e compartilharão conosco como a tecnologia ou até a integração de diferentes tecnologias os ajudaram.

Bárbara Reis, Especialista em Excelência Operacional e Gerente Operacional no Hospital Cárdio Pulmonar da Rede D`or.

Especialista em Excelência Operacional e Green Belt / Lean Six Sigma, pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein. Especialista em Administração com ênfase em Gestão de Negócios pela UNIFACS. Certificada em Hospitalidade, Operações de Recepção e Governança pelo American Hotel Lodge And Association em Vancouver, Canadá. Graduada em Turismo pela Faculdade de Turismo da Bahia. Atua na área de Hotelaria desde 2000, e nesta trajetória em 2004 ingressou na área de Saúde e integrou as equipes do Hospital Salvador e Clínicas Clivale Mais. Atualmente está como Gerente Operacional no Hospital Cárdio Pulmonar.

Vitor Luis da Silva, Coordenador de Governança do Grupo Dasa e do Hospital 9 de Julho

Com ampla experiência na área hospitalar, é formado em Gestão de Tecnologia Ambiental pela Universidade Bandeirantes de São Paulo e pós-graduado em Gestão de Processos.

Palestrante, especialista em resíduos hospitalares, também desenvolve projetos inovadores nessa área. Atualmente é Coordenador de Governança e Hotelaria no Hospital 9 de Julho, onde tem sob sua gestão os Serviços de Limpeza, Controle de Pragas, Rouparia, Gestão de Resíduos, Estacionamento e Jardinagem, além de todo serviço de hospitalidade com equipes de Concierges, capitão porteiro e entrega de resultados de exames.

Renata Baleotti – Consultora, Palestrante,

Flávia Fávero

A live terá a moderação de Flávia Fávero , uma das pioneiras da Hotelaria Hospitalar do País, Presidente da SHHERJ e Gerente de Hotelaria Hospitalar no Hospital SMH.

Flávia é uma das mais importantes entusiastas da Hotelaria Hospitalar no Brasil. Desta vez ela trará um time muito especial para falar um pouco sobre o uso da tecnologia.

Sobre a SHHERJ

hh

Fundada em 13/05/2011, a SHHERJ que tem como objetivos:

  • Reunir profissionais de todo o Estado do Rio de Janeiro que atuam em na área de Hotelaria Hospitalar, assim entendidos aqueles que desempenham atividades na área de saúde;
  • Promover o desenvolvimento científico visando o aperfeiçoamento do profissional;
  • Promover o benchmarking com outras organizações ligadas à área de Hotelaria Hospitalar;
  • Realizar cursos, reuniões científicas, conferências, congressos, seminários e eventos similares, de interesse de seus associados;
  • Defender os interesses da categoria profissional.

http://www.sociedadedehotelariaherj.com.br

Se você pudesse falar algo para a Hotelaria, o que você falaria ?

Tantas coisas eu diria à ela mas outras duas são minha prioridade.

1 – Incorpore a tecnologia no seu dia a dia. E para isso, indico a Voice Technology
2 – Obrigada por tudo o que você proporcionou na minha vida.

Em relação a ela ser necessária, já escrevi alguns artigos citando os benefícios dela quando implantada nos hospitais. Inclusive no meu livro “Descomplicando a Hotelaria Hospitalar” também discorro sobre o assunto.

Precisa de consultoria na área de Hotelaria Hospitalar? Entre em contato comigo através do e-mail: baleottirenata@gmail.com

Sobre Renata

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Autora do Livro “Descomplicando a Hotelaria Hositalar”

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Outros artigos de Renata:

O Gerenciamento de Leitos, salva vidas !

artigo de Renata Baleotti

Dentro de um hospital muita coisa pode mudar de uma hora para a outra. Nem tudo é previsível.

Leito parado é sinômino de custo.

A falta de leitos pode, por exemplo, cancelar cirurgias eletivas, o que prejudica o paciente e a instituição.

O eficaz gerenciamento de leitos é extremamente necessário não traz somente benefícios para a instituição. Ele salva vidas!

A Hotelaria tem um papel fundamental junto com a assistência nesse processo. Quando uma instituição tem um Departamento de Hotelaria, com gestor responsável pelos vários setores de apoio, estes passam a ser integrados e, consequentemente, a comunicação e tomadas de decisão se tornam mais rápidas e eficientes.

O uso da tecnologia no gerenciamento de leitos é um grande aliado. A Voice Technology possui uma solução de apoio às áreas de Internação, Hotelaria e Governança Hospitalar, permitindo visão global dos processos de limpeza e agiliza a liberação de leitos. 

Sobre Renata

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Autora do Livro “Descomplicando a Hotelaria Hositalar”

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Outros artigos de Renata:

Lançamento do livro “Descomplicando a Hotelaria Hospitalar” de Renata Baleotti

Descomplicando a Hotelaria Hospitalar é um livro que relata a visão de Renata Baleotti sobre a Hotelaria Hospitalar de uma maneira simplificada e de acordo com sua experiência na área da saúde.

É um livro em que busco inspirar e encorajar gestores da área a implantar, nos hospitais, esse conceito que transforma, para melhor, não somente a vida do cliente de saúde, mas também as instituições. Renata

Sobre Renata

Renata Baleotti

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Link direto para Compra

Descomplicando a Hotelaria Hospitalar

Se fosse pra eu escrever um livro, esse seria o título

Primeiro porque o termo “Hotelaria Hospitalar” ainda soa estranho para muitos. Inclusive para gestores de saúde. 

Mas de estranho não tem nada. A Hotelaria é como se fosse a peça que falta num quebra-cabeças. 

Ela se encaixa tão perfeitamente bem que o completa. 

Tantas perguntas já foram à mim direcionadas quando falo com o que eu trabalho. A expressão no rosto das pessoas, espantadas, como se algo fora do comum.

Mas não é. Hospital é um tipo de hospedagem. Tudo bem!! Aquele tipo que a gente não deseja e nem procura em agências de viagens. Porém, algumas vezes necessárias.

Por isso, a importância de gestores de saúde entenderem que é preciso… completarem seus quebra-cabeças.

Sobre a autora

Renata Baleotti

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Textos relacionados:

De quem é o dever de humanizar ?

texto de Renata Baleotti

A resposta é simples: o dever é de TODOS!

Aliás, em todas as descrições de cargos deveriam ter essa “função”: a de oferecer um serviço humanizado. Mesmo para cargos que não tem contato direto com o cliente. Porém a humanização deve fazer parte da cultura organizacional.

Ou será que nem deveria ter já que é muito óbvio? Afinal somos seres humanos. Porque parece ser tão difícil? Ou muitas vezes apontado como papel somente da Hotelaria?

Vivemos numa época muito triste de pandemia. Mas ela tem nos ensinado muito sobre empatia. E não só dentro dos hospitais. Que sigamos assim.

Sobre Renata Baleotti

Renata Baleotti

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Textos relacionados:

O que está atrás da experiência ?

A experiência está intimamente ligada em tudo o que o ser humano faz. Uma ida ao mercado é uma experiência.

O que determina a percepção de boa ou ruim é a expectativa que a pesssoa coloca ao vivenciar algo.Dentro de um hospital, ao longo dos anos, a expectativa do cliente de saúde se modificou. Ele espera mais que a cura e o tratamento.

É preciso entender a expectativa do cliente de cada instituição pra proporcionar a experiência desejada.

A experiência é um conjunto de tudo o que o cliente vive. E ela é diária.

A experiência de um é diferente da experiência do outro. Por isso é importante tratar o cliente na sua individualidade.

O hospital pode ir além ainda do que corresponder expectativas. Ele pode encantar!!

O gestor de Hotelaria e sua arte de servir, transformam os serviços de apoio dentro dos Hospitais.
Ele tem um papel fundamental na experiência e na fidelização do cliente.

Posso te ajudar! Vamos conversar?

Sobre Renata Baleotti

Renata Baleotti

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Textos relacionados:

É tempo de Humanizar!

tempodehumanizar.pngartigo de Renata Baleotti:

O cenário da saúde mudou e vem mudando cada vez mais.

O cliente não busca mais somente o tratamento e a cura. Tudo o que acontece com ele desde a chegada até a saída de um hospital é levado em conta e, faz uma diferença enorme.

Todo esse processo é chamado de experiência. O que pode ser boa ou ruim. E para uma boa experiência o que vale não é somente o que é feito mas também como é feito dentro dos hospitais.

A humanização no ambiente hospitalar é de fato muito importante.

Mas é preciso tempo pra humanizar? Eu já escutei a seguinte frase de funcionários, inclusive gestores, sobre o assunto:

“Nossa rotina é muito corrida! Não temos tempo pra isso”.

É esse pensamento que precisa ser mudado na cultura organizacional em algumas instituições. Pra Humanizar, basta SER humano.

O dia a dia humanizado é simples. Basta ter atitude e mudança de comportamento. Um ambiente humanizado traz um retorno muito significativo tanto para o hospital quanto para o cliente de saúde.

Algumas ações de humanização demandam, sim, mais tempo. A receita é gerenciamento de tempo! E vou até além do tempo… empatia, criatividade e vontade.

Sobre Renata Baleotti

Renata BaleottiRenata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Textos relacionados:

O maior luxo da Hotelaria é a Hospitalidade

Artigo de Renata Baleotti

hhluxo.pngPensar em hotelaria como somente um serviço de luxo é algo totalmente errado.

A rede hoteleira tem meios de hospedagem de várias categorias. Dos mais simples aos mais luxuosos. A hotelaria dentro dos hospitais padroniza e organiza os serviços de apoio, melhora processos, reduz custo e otimiza o setor assistencial.

Podemos dizer, ainda, que ela valoriza a equipe, fideliza e encanta o cliente de saúde.

O maior luxo da hotelaria é a hospitalidade.

Quando os gestores hospitalares entenderem isso, teremos muito mais hospitais encorajados a promover um serviço de saúde melhor para todos os tipos de públicos com a implantação da hotelaria.

 

Sobre Renata Baleotti

Renata BaleottiRenata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Textos relacionados: