Hotelaria Hospitalar – um novo conceito em atendimento

Parabéns Rosângela Sampaio pela matéria publicada no Jornal do CODESE em Brasília sobre Hotelaria Hospitalar.

materiaRosangelahotelariahospitalar.png

Entramos em contato com Rosângela e pedimos para publicar a matéria e ela foi muito generosa e nos enviou o seguinte texto adicional sobre a Importância da Hotelaria Hospitalar:

A importância da Hotelaria Hospitalar.

A Hotelaria Hospitalar pode ser um diferencial no setor de saúde, na atualidade, tratando da hospitalidade e dando maior atenção aos clientes de saúde, tais como: ao cliente externo e seus familiares, cliente interno, profissionais de saúde, administradores e todas as empresas de facilites que agregam serviços às instituições.

Com o avanço da tecnologia o grau de exigência do cliente de saúde, está  cada vez mais aguçada. A tecnologia traz a facilidade da informação e da comunicação, principalmente em um momento de insatisfação. Com tantas exigências e facilidades de exposição em mídias sociais os hospitais públicos e privados estão a cada dia buscando melhoria na qualidade dos serviços e a excelência no atendimento. A busca em diminuir custos, melhorar a capacitação dos recursos humano, uniformizar os processos e automatizar estratégias administrativas para conquistar a acreditação que proporciona cada vez mais a segurança do cliente tanto nos processos como no atendimento assistencial, traz a necessidade tanto da implantação da hotelaria como do profissional que ira gestar estes setores garantindo uma gestão de qualidade com foco em resultados, visão estratégica de aproveitamento e adaptação dos espaços, respeitando as limitações das estruturas, garantindo um maior engajamento do cliente interno, segurança nos processos, aferição dos indicadores para identificar falhas nos processos e num tempo de resolução menor para alcançar patamares competitivos em todos os setores e serviços envolvidos.

Neste contexto, o papel do gestor da Hotelaria é o de gerenciar todos os setores de apoio como a higienização, desinfeção, lavanderia, rouparia, internação e gestão de leitos, telefonia, recepção, segurança, nutrição, GRSS, entre outros.

A implantação da Hotelaria convencional no cenário dos serviços específicos do segmento da saúde contribui para uma hospitalidade mais humana e atenta as necessidades dos clientes internos e externos, acompanhantes e visitantes. Oferecendo ferramentas estratégicas para o auxilio da assistência em seus processos e interfaces, por meio de técnicas de atendimento humanizados e voltadas para a total satisfação, bem estar e conforto do cliente de saúde.

Com a Hotelaria implantada se faz necessário a presença de profissionais com perfis flexíveis, adaptáveis as mudanças constates.

A Hotelaria agrega tecnologia, segurança, conforto, qualidade nas prestações de todos os serviços com foco na excelência do atendimento ao cliente de saúde independente de ser um hospital publico ou privado. Alinhado a algumas ferramentas como a metodologia Lean tem a função otimizar custos e tempo, reduz o desperdício e agrega valor a todos os processos implantados.

Rosangela Sampaio

Vice Presidente da Sociedade Brasileira de Hotelaria Hospitalar DF-GO

 

 

Sobre Rosângela:

rosangelaVice Presidente Sociedade Brasileira de Hotelaria Hospitalar DF-GO – Uma das três idealizadoras da Sociedade Brasileira de Hotelaria Hospitalar DF/GO 2014.  Busca continua de ajudar na humanização e conscientização dos verdadeiros benefícios da implantação da Hotelaria Hospitalar, assim visando um atendimento humanizado e acolhedor para o cliente interno e externo.

Membro da Camara da ‎Saúde / Camara do Turismo e Gastronomia – CODESE – Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do DF.

Assessoria e Consultoria e Bares e restaurantes a 8 anos

Pós graduação em Hotelaria Hospitalar – Centro de Ensino e pesquisa Albert Einstein
Administração em hotelaria pelo – IESB

Gastronomia Hospitalar! Fatores que levam a desmitificação da imagem “COMIDA DE HOSPITAL” – Cenira Bastos.

Um dos objetivos de nosso Blog é ajudar na divulgação de conhecimento para nossos clientes em suas áreas de atuação. Temos um grande esforço em apoiar congressos, jornadas, debates os quais agreguem diretamente no dia a dia de nossos clientes e o Blog é um dos espaços os quais ajudam na divulgação destes.

Recebemos de Cenira Bastos, seu TCC que foi focado na área de Hotelaria Hospitalar, mais especificamente em Gastronomia Hospitalar. E com muita honra publicamos este material para ficar a disposição para consultas.

Aproveitamos a oportunidade para deixar este Blog a disposição de nossos clientes e seguidores para que usem este espaço para divulgação de seus trabalhos e projetos os quais contribuírem com o compartilhamento do conhecimento.

Em seu trabalho, Cenira destaca a falta de literatura específica na área e chega a conclusão que o mito “comida de hospital” atualmente está relacionado a fatores estéticos e também de atendimento. E destaca que as instituições que busquem diferenciais competitivos baseados na gastronomia hospitalar deverão estar atentas a isto.

fotocomida1A pesquisa para este trabalho foi realizada no período de maio a julho de 2017, em um hospital da cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, cuja capacidade de internação é de 241 leitos. O hospital atende clientes do SUS, diversos convênios de saúde e clientes particulares.

Um ponto de destaque do trabalho foi a proposição  de que elementos importantes com baixo custo de implementação podem contribuir para quebrar a imagem negativa associada à comida de hospital.

Os 5 itens mais importantes detectados no trabalho foram:

fotocomida2

  • higiene das bandejas, louça e talheres,
  • higiene da mesa de refeições,
  • explicação sobre o tipo de dieta que está sendo prescrito,
  • adequação dos utensílios descartáveis para sobremesas e saladas,
  • capacidade de resolução de problemas dos funcionários

Neste post deixaremos o Resumo do trabalho na Integra, assim como o Trabalho completo para download.

O Resumo do artigo:

Os serviços hospitalares tem inserido pressupostos da hotelaria e hospitalidade nos seus fundamentos, por um lado buscando a humanização dos serviços e por outro buscando vantagens competitivas para as organizações sobreviverem no mercado.

Neste contexto, a gastronomia assume um papel direto na satisfação do cliente, pois é um dos serviços/produtos fundamentais tanto na estadia como na recuperação do paciente.

Face ao pouco conhecimento sobre este tópico, especialmente na cidade de Pelotas, este Trabalho de Conclusão de Curso buscou contribuir para esta área de estudos.

A pesquisa é de natureza exploratória e teve por objetivo identificar os itens principais, em termos de importância para o cliente, no que tange a gastronomia hospitalar.

Um total de 37 atributos foram avaliados por uma amostra de clientes de hospitais na cidade de Pelotas, RS, resultando em uma lista de priorizações de ações para contribuir com a melhoria de qualidade no serviço de gastronomia hospitalar.

Além disso, o principal resultado desta análise indica que o mito “comida de hospital”, na atualidade, está mais relacionado a fatores estéticos do que efetivamente ao sabor e variedade dos alimentos.

Os resultados fornecem importantes informações para ao gestor de serviços hospitalares, permitindo o delineamento de ações com foco no cliente para desmistificar a imagem de “comida de hospital

Cenira Bastos

Sobre Cenira Bastos

FB_IMG_1470435672627Cenira é formada em Tecnologia em Hotelaria na Universidade Federal de Pelotas – no Centro de Integração do Mercosul.

Gastronomia pela Faculdade SENAC Pelotas

Trabalha no Hospital Beneficiência Portuguesa de Pelotas.

Agradecimento especial de Cenira

Agradeço a minha orientadora Michele Chiattone e também Laurel Arnoni
Adriana Fumi Chim Miki que me ajudaram muito para que esse artigo fosse concluído com exito.  Agradeço também aos meus amigos e familiares e ao meu filho Matheus Bastos

Cenira Bastos