Nossas recentes inovações

Foto por lilartsy em Pexels.com

Aproveitamos muito bem os últimos anos e incorporamos diversas inovações em nosso portfólio. Dentre elas a adoção de novos dispositivos e tecnologias como :

  • Biometria Facial,
  • Inteligência Artificial,
  • Uso de Speakers,
  • Integração com mensagerias abertas de mercado (Whatsapp, Telegram, Google etc.)
  • utilização de Robôs,
  • Dispositivos Inteligentes de IOT,
  • Novas integrações com outros sistemas legados dos Hospitais, inclusive outras áreas como Manutenção,
  • Migração de todos sistemas para ambientes portáveis com aparelhos de mobilidade,
  • aplicação do uso de QR codes …
  • adoção de novos dispositivos móveis integrados

Nossas soluções tem o compromisso de sempre se manterem atuais, reaproveitamos a infraestrutura existente sem deixar de lado a compatibilização com novas soluções … Nossos sistemas são flexíveis e absorvem as novidades tecnológicas, pois são construídos para sempre de adaptarem …

Conseguimos incorporar com sucesso muita inovação, seguem alguns exemplos:

Biometria Facial

Incluímos a Biometria Facial como dispositivos em áreas críticas e estamos abertos a novos usos … o primeiro caso de automação com o uso desta tecnologia foi em nosso sistema de Setup do Centro Cirúrgico. Veja o vídeo seguir:

Speakers

Aplicações de automação com Speakers de mercado (Alexa, Google etc… ) e plataformas de Inteligência Artificial … São possibilidades já testadas e conectadas facilmente a todos os nossos sistemas.

No vídeo a seguir, temos uma aplicação que está publicada na plataforma da Alexa para qualquer pessoa que tenha um dispositivo Alexa possa testar. (Skill: Supervisão hospitalar)

Com o uso de Speakers poderemos proporcionar novas formas de acesso aos sistemas e também solucionar novos problemas .

Além de conexões com nossos produtos, estamos abertos a ouvir novas demandas de soluções que utilizam este recurso.

Mensageria aberta

Conseguimos a portabilidade de mensageria interna de nossos produtos, para conversar com plataformas abertas como Whatsapp, Telegram, Google etc…

A incorporação de notificações em nossas plataformas, e não mais obrigando o uso de aplicativos nossos nos smartphones e tablets …

A seguir temos uma imagem que ilustra o uso do Whatsapp em nossa solução de acionamento por Botões Inteligentes:

Na solução de acionamentos, utilizamos o Whatsapp não só para a alocação e solicitação de uma Higiene, também:

  • notificamos quando uma pessoa atendeu,
  • Mandamos em tempos e tempos, alarmes de não atendimentos ,
  • e periodicamente também podemos enviar um relatório do período …

Novos usos para o QR code

Utilizamos o QR codes em todas as nossas soluções como uma alternativa complementar.

  • Além do Checklist que já utilizava este recurso,
  • etapas do Gerenciamento de leitos,
  • Setup do Cetro Cirurgico,
  • validações de lugares e pacientes como por exemplo em nossa solução de Transporte intra hospitalar … imagem ao lado …

O uso deste recurso, também proporcionou abrirmos o leque para novas soluções como o Cardápio virtual e Gerenciamento da Nutrição Hospitalar, e principalmente nossa solução de Hospitalidade em que deixa na palma da mão do paciente um atendimento rápido e eficiente,

Inteligência Artificial

Foto por Tara Winstead em Pexels.com

Com parceiros, aplicamos Inteligencia Artificial em projetos pontuais.

Um exemplo foi após o pico da pandemia ajudamos Hospitais a identificar os pacientes mais críticos que ficaram sem assistência …

Outro exemplo foi um projeto em uma empresa prestadora de serviços em Hospitais com mais de 8000 funcionários, utilizamos o mecanismo da Inteligencia Artificial para decidir realocação dos funcionários, levando em conta diversos parâmetros, dentre eles o tempo de deslocamento diário de todos funcionários. Este projeto representou economia em benefícios, porém o mais relevante do projeto foi a diminuição drástica de absenteísmo .

Integrações com mais sistemas

Foto por Ksenia Chernaya em Pexels.com

Continuamos no trabalho de novas integrações, agora ampliamos o espectro de tipos de sistemas.

Um exemplo foi no Gerenciamento de leitos, conseguimos incluir dados de outros sistemas como os de Manutenção dos Hospitais.

Conseguimos dar maior publicidade sobre as informações dos processos de manutenção em andamento ou pendentes referente a um leito específico e melhor deixando evidente nos melhores momentos para realizar as manutenções pendentes.

Uso de IOT

Pesquisamos dezenas de novos dispositivos e acessórios, e este será um trabalho constante … deixamos todas as nossas soluções abertas a novos dispositivos e tecnologias que estão por vir … e preservamos os investimentos e energia de todos …

A primeira solução de incorporação de IOT foi com os Botões Inteligentes.

O primeiro Hospital o qual instalamos foi o Cardio Pulmonar de Salvador (Rede D’or).

Em parceria com a empresa Resolv colocamos mais de 40 Botões em diversos locais, além de banheiros e salas de esperas, ajudamos no controle das higienizações dos elevadores de acesso aos espaços destinados a Covid-19.

Temos uma publicação da Diretora da Resolv Giovanna Trovati,

Case Cardio Pulmonar/ Resolv:

figura ao lado do post citando

Como descrito na publicação da Giovanna, utilizamos a rede inteligente de IOT Brasileira na solução dos Botões Inteligentes (o qual já estamos chegando a quase 1000 devices instalados)  … 

Temos diversos cases de sucesso, segue alguns outros cases publicados:

Segue um depoimento de Ana Augusta do Site Hotelaria Hospitalar:

Novos Dispositivos estão sendo testados !!!

Acabamos de homologar um Contador de Abertura de Porta, que nos envia em tempos e tempos quantas aberturas ou antes deste tempo se chegamos a um limite pré configurado …  este dispositivo também não necessita de infraestrutura dos clientes.

Sabendo se um local é visitado ou não em um período, ou saber quantas pessoas passaram por ali, proporcionará que nossos sistemas automatize diversos processos :

  • colocar um lugar em prioridade alta se passar um limite definido de aberturas em uma fila de limpeza,
  • colocar um lugar em prioridade baixa se neste lugar tiver baixo movimento, 
  • ou até retirar da fila nos casos se ninguém entrou por exemplo,
  • se chegar em um limite de abertura, já abrir automaticamente uma solicitação avulso de higiene

Uso de Robôs em diversos ambientes hospitalares … 

Já publicamos aqui no Blog um post sobre uma palestra do Professor Marcelo Boeger:

Buscamos os uso de Robôs para liberar as equipes (de humanos) para realização das tarefas mais importantes e insubstituíveis. Liberar os profissionais de atividades rotineiras, insalubres, com riscos à sua segurança para que, os profissionais de “carne e osso” possam cuidar, atender, compreender e humanizar.

No pico da pandemia, a utilização de Robôs de telepresença foi muito importante. O Governo do Estado de SP, utilizou 3 robôs no Hospital das Clínicas para fazer a triagem de pacientes com suspeita de Covid-19 , resguardando profissionais de contaminação. Através do robo, o médico atende via telepresença e de acordo com o resultado da triagem, encaminha a pessoa até o destino correto. Lembrando que neste pico, no mercado até material de proteção individual não existia. Com o Robô conseguimos viabilizar um atendimento em massa…. Segue matéria da época no telejornal da Rede Globo.

Novos projetos saindo

Estamos trabalhando em um novo projeto de localização de pessoas e coisas com baixo custo focado no combate de infecção hospitalar …  Para esta nova solução, a utilização de dispositivos IOT e também de Inteligência Artificial será um dos destaques do projeto.

Recebemos muitas outras demandas, muita coisa conseguimos entregar somente com nossa equipe, mas a ajuda de parceiros estratégicos são fundamentais em alguns desafios… Assim conseguimos reaproveitar diversos esforços de outras empresas e integramos nas soluções …

Você tem alguma demanda ? nos envie sua sugestão

A era da reaprendizagem

Excelente oportunidade de atualização de conhecimento. Dia 9 de Setembro em São Paulo, Clayton Ferreira da Accor Hotels, Jorge Della Via da Pluginbot e o Professor Marcelo Boeger falarão sobre a “Era da reaprendizagem” 

Inscreva-se: www.encoad.com.br

O ENCOAD é um evento multidisciplinar realizado desde 2009 pelo Conselho Regional de Administração de São Paulo, abordando diversos assuntos pertinentes aos campos de estudo dos Grupos de Excelência do CRA-SP, sempre ligados a um tema central de cada ano. O propósito deste encontro é contribuir com os Profissionais e Estudantes da Administração, transmitindo conhecimentos essenciais ao desenvolvimento da profissão.

Será uma grande oportunidade de troca de experiência. Vamos conferir.

Palestrantes:

jorgedellavia

Jorge Della Via Junior

O profissional tem experiência de 25 anos na área de Tecnologia da Informação com foco na gestão de Planejamento Estratégico, Desenvolvimento de Novos Negócios, Inovação e Tecnologia. Trabalhou com gerenciamento de Projetos de Iot, Chatbots, Inteligência Artificial, robôs e reconhecimento facial; liderança de projetos em parceria com as áreas de negócios, hotéis e colaboradores; vivência no processo de transformação digital da empresa; gerenciamento e criação do processo de aberturas e conversões de hotéis. É especialista em processos de terceirização das áreas e em todo processo de wifi – infraestrutura/antenas/links.

Além do forte relacionamento com investidores, áreas de negócios interna e externa para auxiliar as tomadas decisões, tem sólidos conhecimentos de infraestrutura e habilidade na liderança, formação e desenvolvimento de times multidisciplinares, contemplando as atividades de coaching e mentoring e reconhecida competência na comunicação verbal na condução de debates, entrevistas e palestras.

PROFESSOR: MARCELO BOEGER

imagem_release_1700843boeger* Presidente da Sociedade Latino-americana de Hotelaria Hospitalar.
* Diretor da Sociedade Brasileira de Hotelaria Hospitalar.
* Coordenador e professor MBA em Hotelaria Hospitalar do Centro de        Educação em Saúde Abram Szajman do Hospital Albert Einstein.
* Mestre em Planejamento Ambiental pela Unibero.
* Mestre em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi.
* Consultor na área de Hotelaria Hospitalar e Gerenciamento de Leitos para hospitais.

Livros Publicados:
* Liderança em 5 Atos, Editora Yendis, 2014, 2ª edição (coautor).
* Hotelaria Hospitalar, Gestão em Hospitalidade e Humanização, 2ª edição Ed. Senac, 2012 (autor).
* Manual de Especialização em Hotelaria Hospitalar do Hospital Albert Einstein, Ed. Manole, 2011 (organizador).

claytonferreiraClayton Ferreira

  • Head of Distribution, Openings, Projects & Support South America da Accor Hotels

 

 

 

 

Bots e CHATBOTS serão muito utilizados

A busca é a conversa natural e  comunicação direta de uma boa e velha conversa.

Já vemos a substituição de aplicativos e sites por bots  (softwares robôs) que batem papo …

Somente no Messenger, do Facebook, existem mundialmente mais de 30 mil bots (como são chamados os robôs) em funcionamento.

“Aqui no Brasil, estimamos que existam mais de mil bots em construção”,

afirmou Dario Dal Piaz, líder de Parcerias de Produto do Facebook para o Brasil, em entrevista recente à Rádio Estadão.

“Há um frenesi no nosso mercado por bots.”

Na definição de Dal Piaz, o bot é uma ferramenta automatizada que assume a personalidade de uma marca e interage com os consumidores de forma individual.

Nós da Voice já temos aplicações no ar e podemos demonstrar este recurso a nossos clientes, inclusive podemos replicar aplicações que atualmente rodam em nossa URA e ou portar aplicações de terceiros. Já estamos em muitos clientes realizando importantes automações em grandes clientes com integrações complexas e que poderão ser rapidamente migradas ou replicadas. .

Inteligência artificial

Os aplicativos de mensagem, como o Messenger e o WhatsApp (ambos do Facebook), estão entre os mais utilizados no mundo.

A vantagem do bot é que o usuário não precisa conhecer um novo aplicativo para interagir com uma marca. Segundo a Forrester Research,

84% das pessoas utilizam apenas cinco aplicativos por mês.

Com tecnologia de inteligência artificial, os bots procuram emular uma conversa entre humanos. Nós já temos muita experiência na montagem de diálogos e fluxos em aplicações de reconhecimento de voz em URAs e estamos a disposição para montar aplicações no Face e menssenger.(161004) -- FUJIAN, octubre 4, 2016 (Xinhua) -- Una mujer observa su teléfono celular en la playa frente a la antigua ciudad de Chongwu, en Quanzhou, provincia de Fujian, en el sureste de China, el 4 de octubre de 2016. La antigua ciudad de Chongwu, una localidad de piedra, fue una de las más de 60 fortalezas defensivas construidas en la Dinastía Ming (1368-1644) a lo largo de la costa de China. Esta también cuenta con una ampliamente conocida costumbre cultural de la Doncella de Hui'an. (Xinhua/Song Weiwei) (jg) (ah)

A repotagem da Folha de SP   (Robôs entram nos chats de empresas para melhorar atendimento ao cliente) destacam diversos exemplos de aplicações já existentes no País …

A reportagem ainda destaca que o único inconveniente é que a variedade de assuntos dos Bots, é pequena. Não por antipatia, mas porque são robôs.

O uso de “chatbots” ou Bots, como são chamados, está em fase inicial mas é uma aposta das empresas porque usam ferramentas de inteligência artificial para melhorar os resultados das centrais de atendimento ao consumidor.

Por e-mail, Dal Piaz afirmou à Folha:

que proporcionar uma comunicação ágil, escalável e personalizada é o principal objetivo dos “chatbots”.

MAIS BARATO

A reportagem também destaca que por proporcionarem atendimento automático e padronizado, os “chatbots” oferecem esperança de redução de custos e aumento da qualidade de centrais de atendimento de empresas. Desenvolvedoras de “chatbots” afirmam que, devido à busca por soluções que proporcionem economia na crise, estão registrando aumento na demanda.

Um chatbot “É um programa de computador que tenta simular um ser humano na conversação com as pessoas”. Mas a forma mais clara de descrever este termo seriam softwares de respostas automáticas.

Estes softwares são programados para executar tarefas pré-definidas e assim conseguem gerenciar tarefas de forma automatizada baseada em cada input/inserção de dados. Estes inputs podem ser pela escrita, áudios (aplicados em URA de atendimento eletrônico em centrais telefônicas) ou por seleção de perguntas pré-definidas em sites ou mesmo em centrais telefônicas.

No especial do G1 :tem uma descrição interessante sobre os Chatbots , inclusive um vídeo muito bom

Fontes: