O verdadeiro papel dos líderes por Marcelo Boeger

Matéria retirado do perfil do linkedin de:

Marcelo Boeger Consultor e Gestor em Hotelaria e Facilities na Hospitalidade Consultoria

Marcelo BoegerPresidente da Sociedade Latino Americana de Hotelaria Hospitalar e Vice-Presidente da AMTSBE – Associação Mundial de Turismo de Saúde e Bem-Estar.

– Mestre em Planejamento Ambiental pela Universidade Ibero Americana
– Mestre em Gestão da Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi.
– Coordenador e professor do curso de especialização do Hospital
Albert Einstein e professor convidado nos cursos de MBA em Gestão da
Saúde e Infecção Hospitalar (INESP) e Fundação UNIMED.
– Líder e fundador do Grupo de Excelência em Hotelaria do Conselho Regional de Administração de São Paulo;
– Sócio e Consultor da Empresa Hospitallidade Consultoria e autor de
diversos livros, entre eles:
· Liderança em 5 Atos, Editora Yendis, 2012 (co-autor) 2a. edição.
· Manual de Especialização em Hotelaria Hospitalar do Hospital Albert
Einstein, Ed.Manole,2011 (organizador)
· Hotelaria Hospitalar, Gestão em Hospitalidade e Humanização- 3ª.
edição – ed. Senac, 2011 (autor).

 

Artigo publicado no Jornal TodoDia, de Americana/Campinas – SP, sobre o verdadeiro papel dos líderes nas instituições de saúde. 

Link da Matéria Original

Como foi o Café da Manhã IBHE – Retenção e Engajamento para a causa do cliente: Jornada do Colaborador e papel da Liderança

Norberto Maver e Claudio Shidomi

Os Sócios da Voice,

prestigiaram o Café da Manhã IBHE: Retenção e Engajamento para a causa do cliente: Jornada do Colaborador e papel da Liderança.

Segundo Cláudio:

o Evento enfatizou as formas de gestão e valorização dos funcionários no que tange a diminuir o turn over e incentivar os talentos internos à companhia, minizando custos com novas contratações e valorizando os talentos internos.

Cláudio Shidomi

 

 

Os Assuntos abordados foram: 

  • Como as equipes de atendimento estão estruturadas e quais são os líderes que fazem parte?
  • Atendimento próprio ou terceirizado?
  • Qual é a jornada do colaborador quando ele entra na Empresa?
  • Como é preparado para atuar na sua função?
  • Existe uma “trilha” definida para seguir?
  • Como o engajamento da liderança é trabalhado para que suas equipes tragam os resultados esperados e cuidem da causa do cliente?
  • Que tipo de ações ou campanhas são realizadas para “ajudar” na motivação do time?
  • De que forma é feito o reconhecimento? Existe algum tipo de avaliação para ver o que é importante e atrativo para o colaborador como mérito?
  • O resultado destas ações motivacionais reflete em aumento da satisfação do cliente?
  • Quais os indicadores que são utilizados para medir o resultado destas iniciativas junto à Equipe
  • Alguns exemplos de campanhas ou ações realizadas.

O Evento teve as seguintes palestrantes:

 

Image

Tatiane Canero

Gerente Apoio Assistencial e Fluxo do Paciente
(H. I. A. Einstein)

 

 

Image

Daniela Dionisio

Gerente de Qualidade e Desenvolvimento
(Porto Seguro)

 

Um dos pontos os quais Tatiane falou, foi sobre a “Identidade de Atendimento Einstein” onde um dos pilares é Segurança.

A segurança é uma prioridade, um valor institucional.

A vida e a saúde das pessoas , pacientes, familiares e colaboradores são nossa prioridade. O ambiente, os processos e as atitudes devem oferecer condições seguras para todos, prevenindo acidentes e incidentes de qualquer natureza.

Tatiane Canero

barreiras

Componentes de Segurança:

  • Possuo consciência situacional e tenho percepção de risco ?
  • Sou qualificado e capacitado profissionalmente?
  • Escuto a voz do paciente, família, colega?
  • Valorizo a transparência e o aprendizado com o erro? nenhum erro é tão grande que não possa ser corrigido.
  • Mantenho a confidencialidade das informações do paciente sob minha responsabilidade

Tatiane, destacou que para a “Experiência do Paciente Einstein” diversos itens e ações são relevantes:

  • treinamentoRelevância institucional,
  • Necessidade de criação de visão única,
  • Compartilhamento de idéias,
  • Estabelecimento de interfaces e níveis de serviços entre áreas,
  • Coordenação das atividades,
  • Envolvimento do staff operacional,
  • Acompanhamento periódico,
  • Indicadores e Metas comuns,
  • Desenvolvimento de novas lideranças,

apoio-assistencial.jpg

engajamentoFalou sobre o Engajamento dos colaboradores:

  • SPA presente no dia a dia,
  • Política de reconhecimento e meritocracia,
  • Criação de prêmio Einstein para todos os colaboradores,
  • Prêmio Daisy para os profissionais de enfermagem,

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.