é a tempestade perfeita para o segmento de computação em nuvem

O Jornal Valor Economico fez uma excelente matéria sobre o cenário atual para aplicações em computação em Nuvem.  Este cenário é muito animador para nossas aplicações em Nuvem como : Call Center (Basix Call Center), Discador, Voice Banner, Gravador, telefonia, URA, Video chamadas e muitos outras soluções…

Este cenário nos deixa muito animados que nossos esforços estão no caminho certo, e na certeza que nossos produtos e serviços proporcionam os benefícios citados e está aderente ao cenário global…

Com orçamentos sob pressão, os gestores das áreas de tecnologia da informação (TI) terão de ser criativos e ousados para garantir base tecnológica às estratégias corporativas. A crise econômica acelerou a busca por maior eficiência, inovação em produtos e serviços e redução de custos.

Somase a esse tripé, a digitalização corrente dos negócios cujo movimento não pode ser interrompido e o surgimento de soluções que estão transformando a forma como a empresa se relaciona com consumidores, parceiros e governos. “É a tempestade perfeita para o segmento de computação em nuvem”, destaca Shawn Price, vicepresidente sênior para aárea de computação em nuvem da Oracle.
Segundo ele, o Brasil passa por um momento de transformação, que exige maior competitividade e criatividade. Estar à frente da concorrência demanda mais inteligência  …”Ao adotar a computação em nuvem, as empresas economizam pelo menos 30% nos orçamentos de TI”, diz Price.

No Brasil, prevê o instituto de pesquisa Frost & Sullivan, o mercado de computação em nuvem deve avançar à velocidade de dois dígitos nos próximos anos. Segundo o instituto, o segmento somou receita de US$ 474,8 milhões no ano passado. Em 2017, o volume de negócios deve chegar a US$ 1,11 bilhão.

A redução de custos é a principal razão para a adoção da tecnologia, seguida pelo suporte à inovação e a flexibilidade para explorar novas oportunidades no mercado.

A computação em nuvem, explica Ricardo Chisman, líder de tecnologia da Accenture, é um novo modelo de entrega de tecnologia da informação baseado na terceirização e no compartilhamento de infraestrutura e sistemas. “Companhias de todos os portes podem ter acesso a soluções de ponta sem investir na base tecnológica”. A ideia é que paguem pelos recursos utilizados
como é feito com energia elétrica e telecomunicações. Trata-se de transformar toda a parafernália técnica em serviços.

“A empresa pode contratar mais recursos computacionais durante um período e ‘devolvê-los’ para o provedor quando não precisar mais deles”, exemplifica Chisman.

Além de ser elástico, o modelo de contratação reduz os custos com gestão tecnológica, infraestrutura de refrigeração, contratação de pessoal qualificado e energia elétrica. “A agilidade para colocar sistemas em operação na nuvem amplia a capacidade de inovação dos negócios, um ganho indireto que não dá para ser medido”, destaca Chisman.

A crise econômica acelera o apetite das empresas para adotar a nuvem. Os pequenos negócios não encontram outra forma de digitalização, automação e organização o compartilhamento é a única maneira de eles terem acesso à TI. As novatas (ou startups) nascem dentro dos centros de dados e na nuvem. Sem essa estrutura, não teriam condições de entrar no mercado e inserir novos e criativos modelos de negócios. Os dispositivos móveis provavelmente estariam vazios de aplicativos e o alcance das redes sociais seria reduzido.

Já as grandes empresas enfrentam a obsolescência cada vez mais rápida dos equipamentos e sistemas. A desvalorização do real frente ao dólar e o aumento nas taxas de juros funcionam como freio para os projetos de investimento e atualização dos recursos próprios. Em uma operação de TI, grande parte dos ativos (computadores, sistemas de refrigeração e softwares) é importada. “Com o alto custo de capital, a tendência é migrar para modelos de terceirização que permitam contabilizar a tecnologia como despesa”,afirma David Gonzales, diretor geral da Intel Brasil.

Até agora o modelo de nuvem híbrida que combina computação em nuvem privada (com recursos computacionais dedicados e geridos pelas companhias) com a nuvem pública (onde o compartilhamento total comanda o serviço) é o mais utilizado no Brasil.

Antonio Carlos Pina, diretor de tecnologia da Mandic, lembra que os gestores de TI também estão se adaptando à forma de contratação e de cobrança em nuvem. “Existe uma preocupação em entender como controlar o consumo para não estourar o orçamento”, diz. Em empresas acostumadas com a terceirização, a opção está em assinar contratos claros, com níveis de serviço estabelecidos e uma certa previsibilidade no desembolso.

Segundo Pina, a alta do dólar e a burocracia para calcular e recolher os impostos quando o serviço é prestado fora do país inibem a importação de computação em nuvem. “Negociar e estabelecer os limites orçamentários com brasileiros é mais fácil. Evita surpresas”, afirma. A flexibilidade para negociar permite a criação de modelos de entrega sob medida, como o estabelecimento de mensalidade fixa. A adaptação da nuvem às exigências das empresas brasileiras é um negócio promissor. Na Mandic promoveu crescimento de 30% nas vendas de computação em nuvem nos últimos 12 meses.

Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/4268192/movimento-na-nuvem em 15 de Outubro de 2015

3 respostas em “é a tempestade perfeita para o segmento de computação em nuvem

  1. Pingback: Voice Technology Blog

  2. Pingback: Discador en la Nube – Reduciendo costes y aumentando la productividad | Voice Technology Blog

  3. Pingback: Aumente a produtividade com uma URA inteligente | Voice Technology Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s