HUMANIZAÇÃO , deve ser tratado como uma “PÉROLA”…Por ser extremamente dura, a pérola é muito resistente, e simboliza a força e a durabilidade.

ostrasfabricamperolasO termo atendimento humanizado se tornou, para algumas pessoas, espécie de clichê na área de saúde. Infelizmente, muito se fala mas pouco se prática.

Como reconhecer um serviço prestado de acordo com esses valores nas instituições de saúde?

Primeiramente, é importante entender o que significa ter um atendimento humanizado.

Quando um paciente entra pela porta da instituição, ele normalmente está (ou suspeita estar) com algum problema de saúde, certo?

Podemos inferir, portanto, que ele está frágil e inseguro. A forma com que ele é recebido, desde o primeiro contato com pessoal do atendimento, faz toda a diferença!

O Projeto de Humanização Hospitalar foi criado em maio de 2000 pelo Ministério da Saúde. O intuito era promover uma nova cultura de atendimento na saúde que apoiasse as melhorias na qualidade e eficiência dos serviços prestados.

Diretrizes do atendimento Humanizado

De acordo com o Ministério da Saúde, a humanização deve permanecer como uma diretriz transversal que favorece:

  • A troca e construção de saberes;
  • O diálogo entre profissionais;
  • O trabalho em equipe;
  • Consideração às necessidades;
  • Desejos e interesses dos diferentes protagonistas do campo da saúde.

De acordo com o Ministério da saúde, a humanização da assistência, é o aumento do grau de co-responsabilidade na produção de saúde e das mudanças na cultura da atenção aos pacientes e gestão dos processos de trabalho.

  • Memorabilidade (facilidade de ser lembrado pelo paciente);
  • Benefícios para todos os envolvidos, inclusive colaboradores;
  • Contribui para a eficácia do cuidado ao paciente;
  • Forte relação com a ética;
  • Fidelização, facilidade em ganhar a confiança do paciente.
O atendimento humanizado é lembrado
Com certeza você já ouviu falar, sobre:
“ _Eu gosto de ir a determinado hospital, porque lá, eu me sinto acolhido”.

Ingrid Schuch

Ingrid-SchuchConsultora e Especialista em apresentar diagnóstico e soluções para projetos de implantação da Hotelaria em Hospitais, com referência em Hospitais privados e Públicos de Porto Alegre e SP.

Atua como Docente na Faculdade Castelli – Canela, RS(na Graduação de Hotelaria e Hospitalidade). Coordenadora do Curso de Extensão de Hotelaria Hospitalar na Fundatec- POA, também atua como Docente na Universidade La Salle Business Scholl- Canoas, RS Curso de MBA Gestão em Saúde, na disciplina de Hotelaria e  Hospitalidade em Serviços de Saúde.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s